Erasto Gaertner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Erasto Gaertner
Erasto Gaertner
Deputado federal pelo Paraná
Período 5 de fevereiro de 1946
26 de março de 1951
49.º Prefeito de Curitiba
Período 29 de dezembro de 1951
19 de maio de 1953
Dados pessoais
Nascimento 24 de abril de 1900
Curitiba, PR
Morte 19 de maio de 1953 (53 anos)
Curitiba, PR
Partido UDN
Profissão médico

Erasto Gaertner (Curitiba, 24 de abril de 190019 de maio de 1953) foi um médico e político brasileiro. Foi deputado federal constituinte em 1946 e prefeito de Curitiba entre 1951 e 1953, ano em que faleceu no exercício do cargo.[1][2][3] Foi o idealizador do Hospital Erasto Gaertner, batizado em sua homenagem em 1955 e hoje considerado o maior centro de tratamento de câncer no Sul do Brasil.[4]

Origens e formação[editar | editar código-fonte]

Neto do pastor teuto-brasileiro Johann Friedrich Gaertner (1808-1869), fundador da Igreja Luterana no Paraná[5], e filho de Luís Gaertner e Maria Tertuliana Fagundes dos Reis, Erasto Gaertner concluiu o curso secundário em 1917, e logo após foi nomeado para trabalhar nos Correios e Telégrafos.[1]

Em 1920, Gaertner ingressou na Faculdade de Medicina do Paraná. Em 1923 transferiu-se para a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, formando-se em 1925.[1]

Carreira médica[editar | editar código-fonte]

Gaertner especializou-se em Cirurgia Geral, efetuando o aperfeiçoamento médico em cursos na Europa. Aos 27 anos tornou-se professor da Faculdade de Medicina em Curitiba. Além de professor universitário, foi diretor do Departamento Médico Legal do Paraná e do Leprosário São Roque. Fundou o Instituto de Medicina do Paraná e a Liga Paranaense de Combate ao Câncer.[1]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em 1934 foi eleito deputado estadual, cargo este que ocupou até 1937, quando ocorre o Estado Novo de Getúlio Vargas. Ajudou a fundar a União Democrática Nacional e com este partido foi eleito deputado federal em 1945. Ao terminar o mandato na Câmara dos Deputados, ocupou uma das pastas de secretário de estado do governador Bento Munhoz da Rocha Neto.[1]

Em 3 de outubro de 1951, tornou-se prefeito da cidade de Curitiba.[1] Em seu mandato, idealizou o Hospital do Câncer (que atualmente é denominado de "Hospital Erasto Gaertner"[6]). Outro benefício para a cidade, foi a importação, direto da Alemanha, da primeira usina de asfalto da cidade, montada onde hoje fica o Teatro Paiol.[3]

Além do hospital, batizado em 1955 com o seu nome, a antiga avenida Nossa Senhora da Luz (em Curitiba) teve sua denominação alterada para "Avenida Professor Erasto Gaertner",[7] como homenagem do povo curitibano ao médico e político paranaense.

Colaboração com Gilberto Freyre[editar | editar código-fonte]

Erasto Gaertner colaborou com o sociólogo brasileiro Gilberto Freyre na obra "Ordem e Progresso", publicada em 1957. Freyre destaca o testemunho de Gaertner como "interessantíssimo para o estudo da aculturação, no Brasil do princípio do século XX, de um neto de pastor luterano".[8]

Em "Ordem e Progresso", o médico paranaense destaca que sua trajetória profissional na medicina e depois na política partidária foi sempre pautada pelo combate às desigualdades sociais, bem como pela promoção da educação e da saúde pública universal como elementos-chave do desenvolvimento econômico e social do Brasi.[8]

Referências

  1. a b c d e f Erasto Gaertner: Um lutador incansável por nobres causas. ALVES, Ernani Simas. Curitiba: Fundação Santos Lima, 1990. XXXV, 471p., il., 22cm. (Galeria médica do Paraná; v. 12). ISBN 8585132507
  2. Relação dos Prefeitos de Curitiba Arquivado em 12 de outubro de 2010, no Wayback Machine. Casa da Memória - visitado em 10 de junho de 2011
  3. a b Biografias dos Prefeitos de Curitiba de 1693 a 201 Site RedeCeape - visitado em 10 de junho de 2011
  4. «Paraná apoia ação de motociclistas em prol do Hospital Erasto Gaertner». / 
  5. FREYRE, Gilberto. "Ordem e Progresso". São Paulo: Global, 2004.
  6. Lei Ordinária nº 1363/1956 Site da Câmara Municipal de Curitiba - visitado em 10 de junho de 2011
  7. Lei Ordinária nº 1713/1958 Site da Câmara Municipal de Curitiba - visitado em 10 de junho de 2011
  8. a b FREYRE, Gilberto. Op.cit.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Jornal O Estado do Paraná, Curitiba, 20 mai. 1953, editorial: Cidadão Benemérito.


Precedido por
Wallace Tadeu de Melo e Silva
Prefeito de Curitiba
1951 — 1953
Sucedido por
José Luis Guerra Rego