Erhard Heiden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Erhard Heiden
Erhard Heiden
Nascimento 23 de fevereiro de 1901
Munique
Morte 1933
Herrsching
Cidadania Alemanha
Ocupação comerciante, político
Lealdade Alemanha Nazista

Erhard Heiden (23 de fevereiro de 1901 — Setembro de 1933) se integrou rapidamente ao Partido Nazista e foi o terceiro comandante da Schutzstaffel (SS). Heiden foi um primeiros a apoiar a teoria de fortalecer a então pequena SS com relação às SA e evitar a debandada de integrantes de uma tropa para a outra. Em março de 1927 foi apontado como Reichsführer-SS.[1]

A popularidade de Heiden ficou péssima após pessoas alegarem que partes de seu uniforme foram feitas por um alfaiate judeu. Em janeiro de 1929 foi demitido por Adolf Hitler e sucedido por Himmler como Reichsführer-SS.

Em abril de 1933 Erhard Heiden foi preso por ordens de Heinrich Himmler por membros da SS-Sicherheitsdienst (SD, Serviço de segurança). Foi morto em Munique.

Referências

  1. Hamilton, Charles (1984). Leaders & Personalities of the Third Reich. [S.l.]: R. James Bender Publishing. ISBN 0-912138-27-0