Eric Dayan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Eric Dayan Melo Nogueira (João Pessoa, 19 de agosto de 1973) é um premiado arquiteto, poeta, músico, compositor e cantor brasileiro com dois livros e dois CDs publicados que ocupa a Cadeira 11 da Academia de Letras e Artes do Nordeste desde a sua eleição em 2001, quando tornou-se o mais jovem escritor e sonetista a frequentar e fazer parte de uma academia pernambucana.

O artista compõe o pequeno grupo de sonetistas construtores de coroas de sonetos.
Em virtude de promessa que fez a Capiba, de resgatar a vitalidade do frevo em Pernambuco, dedicou-se com afinco a essa atividade,[1] não deixando, no entanto, a Poesia e sua atuação profissional na Arquitetura em segundo plano.

Eric Dayan dirige com a sócia arquiteta Nadjânia Gomes a empresa ND STUDIO Arquitetura & Design, especializada em projetos de construção, reforma e ambientação de casas de grande porte, apartamentos e imóveis comerciais. [2] [3] [4]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Literárias[editar | editar código-fonte]

  • Livro: Sonetos Adolescentes de Yan Marcel (1996);
  • Livro: 100 Sonetos Com Amor e Sedução (2017);[5]

Fonográficas[editar | editar código-fonte]

  • CD: Adivinha Quem É? (1999);
  • CD: Coisa de Outro Mundo (2001);

Audiovisuais[editar | editar código-fonte]

  • Clipe: Na Rua do Bom Jesus (2000);
  • Clipe: Tecnofrevo (2000);
  • Clipe: Folia Popular (2006);

Currículo artístico[editar | editar código-fonte]

  • Vocalista e compositor de banda de rock (1990-1992)
  • Estudante de canto lírico na UFPE (1994-1995)
  • Vocalista, compositor e passista da Banda de Pau e Corda (1997-1998)
  • Cantor e compositor de frevos com carreira solo e discos no mercado a partir do final do século XX (1999)[1]
  • Mais de 60 frevos compostos entre 180 músicas de sua autoria (incluindo MPB, Bossa Nova, Rock etc.).[1]

Apresentações[editar | editar código-fonte]

  • Recife Rock Show (1992);
  • Nos polos carnavalescos de Olinda: Praça do Carmo, Varadouro e Praça 12 de Março(1997-1998);
  • Nos polos carnavalescos do Recife: Praça do Arsenal da Marinha, Rua do Bom Jesus, Pátio de Santa Cruz e Alfândega (1999-2006);
  • Nos Shoppings Plaza (Recife), Tacaruna (Olinda), Guararapes (Jaboatão dos Guararapes), Caruaru (Caruaru) e MAG Shopping (João Pessoa) (1999-2008);
  • Programas: Pedro Paulo Na Tribuna, de Luciano do Vale, etc.
  • Performance em Projeto de Carnaval Som nos Tambores;

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Arte Contato 1990 – Primeiro Lugar, com o poema: A Natureza Humana;
  • Destaque Contato (1992) – Música: Teu Beijo Me Lembra o Mar;
  • Recifrevoé - Premiado com a Música: Vou Piratear Por Aí, interpretada por Almir Rouche (1998);
  • Concurso nacional de poesias, 1998 - O Mutiranense, premiado com Menção Especial;
  • Prêmio Edmir Domingues da Academia Pernambucana de Letras, 2004 – Menção Honrosa;
  • Centro Cultural Brasil-España – Vencedor em Poesia, com o soneto: Accidente de Trayecto;
  • Concurso Menção Joaquim Cardozo do Clube de Engenharia de Pernambuco – Premiado com sonetos;[6]
  • Revista Ibero-Americana de Literatura e Arte, Francachela (35 países) – Representante Brasileiro;
  • Prêmio TopClass de Melhor Projeto Luminotécnico de Pernambuco (2010-2011);
  • Prêmio TopClass de Melhor Projeto de Construção Residencial de Pernambuco (2011-2012);[7]
  • Prêmio TopClass de Melhor Projeto (2012);
  • Melhor Projeto da Mostra Decor (2013);[8]
  • Prêmio TopClass de Melhor Projeto de Sala de Jantar] (2014-2015);
  • Melhor Projeto da Mostra Decor Prime - (2015);
  • Prêmio TOPCLASS de Melhor Arquitetura Construída Residencial (2016);
  • Prêmio do Concurso Cultural do Novo Núcleo - PE para Projeto Exterior Residencial (2017).

Homenagens Recebidas[editar | editar código-fonte]

  • Peça Teatral: Mutante – Baseada em oito sonetos de Dayan musicados pelos atores do Conservatório Pernambucano – Dez/02 a Jul/2003.
  • Vitrine Cultural – Expo do Shopping Caruaru (matérias, fotos, CDs, troféus, etc relacionados ao artista) – 15 Fev a 07 Mar, 2004.
  • Fac-Form – Um dos 12 poetas integrantes do Calendário 2005 com poemas e imagens retratando o Rio São Francisco, premiado em São Paulo e no México.

Referências

  1. a b c * ARAÚJO, João; PEREIRA, Margarida; GOMES, Maria José. 100 anos de frevo: Uma viagem nostálgica com os mestres das evocações carnavalescas. Recife: Editora Baraúna, 2007.
  2. Werner Social
  3. Machado
  4. Terra Magazine
  5. 100 sonetos com amor e sedução
  6. Clube de Engenharia de Pernambuco
  7. TopClass 2010
  8. Feicom

Ligações externas[editar | editar código-fonte]