Eric Moussambani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eric Moussambani
Informações pessoais
Nome completo Eric Moussambani Malonga
Apelido Eric the Eel, El Multiusos
Modalidade Natação
Nascimento 31 de maio de 1978 (38 anos)
Nacionalidade Guiné Equatorial

Eric Moussambani Malonga (31 de maio de 1978[1]) é um nadador guinéu-equatoriano.

Eric conquistou fama internacional nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000 quando nadou sozinho a eliminatória dos 100 metros livres, e terminou com o pior tempo já registrado, um minuto e cinquenta e dois segundos. Para se ter uma ideia, o medalhista de ouro da prova, Pieter van den Hoogenband, bateu o recorde mundial com o tempo de 47 segundos e 84 centésimos.[2]

Apesar deste tempo "pífio", ele estabeleceu um novo recorde pessoal e recorde nacional e, sobretudo, entrou para a história dos Jogos justamente por seu espírito olímpico.

Por conta de seu nado no mínimo inusitado, ele ganhou a alcunha de "Eric the Eel" ("Eric, a enguia") pela mídia em função do artigo de Craig Lord no jornal The Times de Londres[3].

Biografia[editar | editar código-fonte]

A saga de Eric começa quatro meses antes dos Jogos Olímpicos de 2000, quando ele ouviu no rádio uma convocação. O Comitê Olímpico de seu país procurava por nadadores graças a um convite do Comitê Olímpico Internacional (COI) oferecido para nações que precisavam ganhar experiência na modalidade. Apesar de nunca ter treinado antes, Eric resolveu arriscar. Como ele foi o único candidato, foi convidado a fazer um teste no único hotel que tinha uma piscina de 12m. Precisava provar que sabia nadar. Ficaram satisfeitos com o que viram e disseram que precisavam de seu passaporte.[4]

Como preparação, treinava sozinho variando entre um rio e uma piscina de 12 metros de comprimento que ficava em um hotel. A viagem para a Austrália, a primeira vez que Moussambani saiu de seu país, durou dois dias. [5]

Na largada da eliminatória, os outros dois competidores, o nigerino Karim Bare e o tajique Farkhod Oripov, queimaram a largada e foram desclassificados. Moussambani então nadou sozinho, e conseguiu apenas o tempo de 1 minuto, 52 segundos e 72 centésimos, afinal ele tinha aprendido a nadar seis meses antes e nunca tinha competido em uma piscina olímpica, pois não havia nenhuma em seu país. Enquanto nadava, porém, Eric foi aplaudido e incentivado por todos os presentes.[6][7]

Logo após os Jogos de 2000, Eric foi convidado pela delegação Espanhola para ir treinar na Espanha.

Em 2001, ele participou do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos. Terminou a prova dos 50m livre com o tempo de 31.88s, o que lhe deu a 88ª posição entre 92 atletas.[8]

Para os Jogos de Atenas-2004, Moussambani havia conseguido o índice (nadou os 100m na casa dos 57s) e iria representar seu país em mais uma Olimpíada. Porém, por conta de um erro administrativo da Federação de Natação de seu país, ele teve o seu visto negado, e não pode participar de sua segunda Olimpíada.[4]

Em 2012, ele foi convidado para ser o treinador da equipe de natação de seu país nos Jogos Olímpicos de Londres.[9]

Atualmente, Moussambani trabalha em uma empresa de óleo da Guiné Equatorial.[10] Também treina jovens nadadores em Malabo.[5]

Referências

  1. Sports-Reference.com. «Página sobre o atleta» (em inglês). Consultado em 22 de outubro de 2008. 
  2. globoesporte.globo.com/ Herói olímpico, Eric Moussambani conta como virou nadador por acaso
  3. The Times; Craig Lord (19 de setembro de 2000). «Fresh start for Pieter the Great» (em inglês). Consultado em 22 de outubro de 2008. 
  4. a b globoesporte.globo.com/ Histórias Incríveis: Moussambani fez árbitro brasileiro rezar em Sydney
  5. a b Meu Momento Olímpico: Eric Moussambani, Folha de S. Paulo
  6. olimpiadas.uol.com.br Curiosidades Olímpicas: Eric Moussambani. Acessado em 09/04/2012.
  7. br.esportes.yahoo.com Curiosidades olímpicas da modernidade. Acessado em 10/04/2012.
  8. «FINA: 9th World Championships: Men, 50m Freestyle». Swim Rankings. Consultado em 2010-01-24. 
  9. sportv.globo.com Eric Moussambani volta a Olimpíada, agora como treinador. Acessado em 09/04/2012.
  10. lancenet.com.br "Herói" em Sydney-2000, Eric Moussambani irá a Londres Acessado em 09/04/2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]