Erick Barrondo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Erick Barrondo
Atletismo
Modalidade marcha atlética
Nascimento 14 de junho de 1991 (27 anos)
San Cristóbal Verapaz, Guatemala
Nacionalidade Guatemala guatemalteco
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 marcha 20 km
Jogos Pan-Americanos
Ouro Guadalajara 2011 marcha 20 km
Prata Toronto 2015 marcha 50 km

Erick Bernabé Barrondo García (San Cristóbal Verapaz, 14 de junho de 1991) é um atleta guatemalteco especializado na marcha atlética. Em Londres 2012, conquistou a medalha de prata na marcha de 20 km, a primeira e única medalha da Guatemala na história dos Jogos Olímpicos.[1]

Nascido na aldeia de Chiyuc em San Cristóbal Verapaz, no interior da Guatemala, começou no atletismo competindo em corridas de longa distância, seguindo os passos de seus pais. Uma lesão fez com que passasse a praticar a marcha, como maneira de se recuperar; acabou desistindo das corridas para se dedicar à nova modalidade e começou seus treinamentos com a ajuda do técnico cubano Rigoberto Medina, treinador da marchadora salvadorenha Cristina López, que, nos Jogos Pan-americanos de 2007, no Rio de Janeiro, havia se tornado a primeira salvadorenha a conquistar uma medalha de ouro para seu país em Jogos Pan-americanos.[2]

Fez sua estreia internacional em 2011 na Copa Panamericana de Marcha realizada na Colômbia, conquistando a medalha de prata na prova dos 20 km. Com este resultado, foi enviado por seu país para participar do Campeonato Mundial de Atletismo de 2011 em Daegu, na Coreia do Sul, onde ficou em 10º lugar na mesma prova.[3] No mesmo ano participou dos Jogos-Pan-americanos de Guadalajara, conquistando a medalha de ouro na distância, com o tempo de 1h21min51s.[4]

Seu grande momento na carreira veio em Londres 2012, com a conquista da primeira medalha olímpica de seus país, uma prata, na marcha dos 20 km, em 1h18min57s, chegando a onze segundos do chinês Chen Ding, que estabeleceu ali um novo recorde olímpico.[5] Participou também dos 50 km mas foi desclassificado com três faltas pelos juízes.[6]

Voltou a competir em eventos globais no Campeonato Mundial de Moscou, em 2013, mas foi desclassificado nos 20 km.[7] Em Toronto 2015, conquistou a medalha de prata pan-americana competindo na distância de 50 km, depois de ser novamente desclassificado dias antes na marcha de 20 km.[8]

Barrondo é o detentor do recorde das Américas da marcha dos 50 km – 3:41:09 – conquistado em Dudince, na Eslováquia, em março de 2013.[9]

Referências

  1. «Na marcha atlética, Guatemala ganha primeira medalha olímpica de sua história». Veja. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  2. «Marcha atlética rende primeiro ouro da história para El Salvador». UOL. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  3. «20 KILOMETRES RACE WALK MEN - results». IAAF. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  4. «Guatemalteco Barrondo ganó el oro en marcha masculina de Guadalajara-2011». Terra. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  5. «LONDON 2012 ATHLETICS,20KM WALK MEN FINAL». olympic.org. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  6. «LONDON 2012 ATHLETICS,50KM WALK MEN FINAL». olympic.org. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  7. «20 Kilometres Race Walk Men - results» (PDF). IAAF. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  8. «Barrondo se cuelga la plata en 50km de marcha en Toronto 2015». soy502. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  9. «Erick Barrondo triunfa en Dudince, Eslovaquia e impone nuevo récord para América». cdag. Consultado em 6 de agosto de 2015