Erisum II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Erisum II
Issi'ac Assur
Rei do Antigo Império Assírio
Reinado 1 815 – 1 809 a.C.
Antecessor(a) Narã-Sim
Sucessor(a) Samsiadade I
 
Pai Narã-Sim

Erisum II, filho e sucessor de Narã-Sim, era o rei da cidade-estado Assur, listado na Lista de reis da Assíria como o 38º rei da Assíria de 1 815 a 1 809 a.C.. Salimaum (31º rei da Assíria c. 1 900 a.C., conforme listado na Lista de reis da Assíria)[1] e seus sucessores ostentavam os títulos “Issi'ac Assur” (lit. "Regente de Assur") e “patesi”.[2]  A duração do reinado de Narã-Sim é incerta, entretanto; baseado em várias listas escavadas de "limu" (epônimos), os reinados de Narã-Sim e Erisum II tiveram uma duração combinada de 64 anos.[3]

Reinado[editar | editar código-fonte]

Durante em seu reinado, os amoritas haviam invadido os reinos da Caldeia e o Levante entre 2 100 e 1 809 a.C., mas até então fora repelido pelos reis assírios. No entanto, depois de ter reinado por apenas em seis anos, Erisum II seria o último rei da dinastia do antigo rei assírio Puzurassur I (fundada em 2 025 a.C.) quando ele foi deposto e o trono assírio foi usurpado por Samsiadade I durante a expansão das tribos amoritas a partir do delta do rio Cabur, no nordeste do Levante. Embora considerado um amorita pela tradição assíria posterior, sugere-se que a descida de Samsiadade I seja da mesma linha que o governante assírio nativo Uspia dentro da Lista de reis da Assíria. Samsiadade I herdou o trono em Terca de seu pai Ilacabicabu. A LRA (Lista de reis da Assíria) registra que Samsiadade I "foi para a Babilônia na época de Narã-Sim da Assíria", enquanto Narã-Sim de Esnuna estava atacando Ecalatum. Samsiadade I não havia retornado até que ele tomou Ecalatum, depois do qual ele parou por três anos e depois derrubou Erisum II.[4] As Crônicas Epônimas de Mari, que retoma a listagem até a apreensão de Ecalatum por Samsiadade I, não fornece nenhuma pista sobre quando a sucessão de Erisum II ocorreu. Como o reinado de Erisum II foi prematuramente acabado pelas conquistas de Samsiadade I, é provável que o reinado de Narã-Sim tenha sido a maior parte do período, adicionalmente; a figura quebrada na lista de rei Nasouqui termina em quatro, então talvez Narã-Sim reinou em 44 ou 54 anos (c. 1 872 a.C. em diante, pela cronologia intermediária).[5]

Referências

  1. J. A. Brinkman (2001). "Assyria". In Bruce Manning Metzger, Michael David Coogan (ed.). The Oxford companion to the Bible. Oxford University Press. p. 63.
  2. Barbara Cifola (1995). Analysis of variants in the Assyrian royal titulary from the origins to Tiglath-Pileser III. Istituto universitario orientale. p. 8.
  3. Klaas R Veenhof (2008). Mesopotamia: The Old Assyrian Period. Vandenhoeck & Ruprecht.
  4. I. J. Gelb (1954). «Two Assyrian King List». Journal of Near Eastern Studies 
  5. Klaas R. Veenhof (2003). The Old Assyrian List Of Year Eponyms From Karum Kanish And Its Chronological Implications. [S.l.]: Turkish History Society