Erupção polimorfa à luz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Erupção polimorfa à luz é uma condição da pele desencadeada pela exposição à luz do sol ou a radiação ultravioleta[1] numa pessoa geneticamente susceptível,[2] particularmente em climas temperados durante a primavera e início do verão.[3] O termo "polimórfica" deve-se às várias apresentações clínicas.[4] O prurido intenso que resulta da condição pode ser um fator significativo de stresse.[5]

Referências

  1. George, Anju (2017). «Chapter 37: Polymorphic Light Eruption». In: Vasudevan, Biju. Clinical Correlation with Diagnostic Implications in Dermatology. [S.l.]: Jaypee Brothers Medical Publishers Ltd. p. 172. ISBN 978-93-86322-66-1 
  2. Hogan, Sarah; Zahiri, Shirin; Hardman, Katherine. «Polymorphous light eruption - Symptoms, diagnosis and treatment | BMJ Best Practice». bestpractice.bmj.com. ISSN 2515-9615. Consultado em 4 de junho de 2018 
  3. Oakley, Amanda M.; Ramsey, Michael L. (1 de outubro de 2017). «Polymorphic Light Eruption». StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing. PMID 28613636 
  4. «Polymorphic light eruption | DermNet New Zealand». www.dermnetnz.org. Consultado em 4 de junho de 2018 
  5. Patra, V.; Strobl, J.; Gruber‐Wackernagel, A.; Vieyra‐Garcia, P.; Stary, G.; Wolf, P. (2019). «CD 11b + cells markedly express the itch cytokine interleukin‐31 in polymorphic light eruption». British Journal of Dermatology. 181: 1079–1081. PMC 6899657Acessível livremente. PMID 31049931. doi:10.1111/bjd.18092