Escânia (província)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Skåne
Skåne vapen.svg
Região histórica Götaland
Condados atuais Skåne län vapen.svg Escânia
Localização na Suécia
FC-Skåne, Sweden.png
Dados
Área total 11.368 km2
População 1274069 habitantes
(2013)
Densidade 104,20 hab./km²
Ponto culminante Söderåsen
Maior lago Ivösjön
Símbolos da província
Flor Margarida
Animal Veado-vermelho
Peixe Enguia

Escânia (em sueco: Skåne, designação frequentemente latinizada como Scania) é uma província histórica (landskap) da Suécia localizada na região histórica (landsdel) da Götaland. Ocupa 2% da área total do país, e tem uma população de 1,1 milhões de habitantes.[1][2]
Como província histórica, não possui atualmente funções administrativas, nem significado político, mas está todavia presente em contextos históricos, culturais, escolares, turísticos e desportivos.[3]

A província da Escânia faz parte do Condado da Escânia na sua totalidade. [4]

Aspecto geral[editar | editar código-fonte]

A Escânia é constituída essencialmente por planícies, cortadas por uma cadeia de planaltos baixos de noroeste a sudeste. Está coberta por numerosas florestas de coníferas no norte, por faias e outras folhosas no sul, e por prados e urzeirais no sudeste.
O sudoeste da província é a principal região agrícola do país, havendo uma grande produção de cereais, oleoginosas, beterrabas e legumes.[5]

História[editar | editar código-fonte]

A Escânia foi uma parte da Dinamarca desde o século IX até ao século XVII. Em 1658, passou a ser uma possessão da Suécia, em consequência do Tratado de Roskilde. Em 1719, foi integrada definitivamente no Reino da Suécia.[6][7]

Cidades tradicionais[editar | editar código-fonte]

As seguintes cidades têm mais de 10 000 habitantes: [8]

Património histórico, cultural e turístico[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm. Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok, 2001. Capítulo: Skåne.  793 p. p. 579. ISBN 91-7227-186-8
  2. Sveriges landskap: och Stockholm, Göteborg och Malmö (em sueco). Estocolmo: Almqvist & Wiksell, 1995. Capítulo: Skåne.  64 p. p. 34-35. ISBN 91-21-14445-1
  3. Ulf Sporrong. «Landskap» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 12 de setembro de 2015 
  4. «Skåne». Enciclopédia Nacional Sueca  Parâmetro desconhecido |= ignorado (ajuda);
  5. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg. Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag, 2007. Capítulo: Skåne.  1143 p. p. 903. ISBN 91-0-011462-6
  6. «Skåne». Enciclopédia Nacional Sueca  Parâmetro desconhecido |= ignorado (ajuda);
  7. «Scanie». Larousse Encyclopédie  Parâmetro desconhecido |= ignorado (ajuda);
  8. «Skåne statistik». Consultado em 23 de junho de 2012 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]