Escadaria de Chkalov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Escadaria de Chkalov
em russo: Чкаловская лестница
NN 01-09-2021 27.jpg
Apresentação
Tipo
Estilo
Arquitetos
Aleksandr Aleksandrovitsj (architektor) Jakovlev (d)
Lev Rudnev (en)
Vladimir Munz (d)
Engenheiro
German prisoners of war in the Soviet Union (en)
Período de construção
Abertura
Estatuto patrimonial
regional cultural heritage site in Russia (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Localização
Endereço
Coordenadas

A Escadaria de Chkalov (em russo: Чкаловская лестница, transl. Chkalovskaia lestnitsa) é uma escadaria monumental localizada no Distrito Federal de Volga (Privolzhsky), na Rússia. Conecta o centro da cidade de Nijni Novgorod com as áreas alta e baixa da represa de Volga. Foi construída pelos arquitetos Alexander Yakovlev, Lev Rudnev e Vladimir Munts.[1]

É a escadaria mais longa de toda a Rússia[2][3], começando no monumento em homenagem ao piloto Valery Chkalov (próximo a torre de São George, no Kremlin da cidade), e terminando na parte baixa da represa do rio Volga. Foi construída com dois lados que se interceptam, apresentando formato de "8", e contando os dois lados existem 560 degraus. Nas interseções entre os lados, há dois mirantes.

História[editar | editar código-fonte]

Descida do Rio Volga, visto da vila de Bor 1886

Durante o Império Russo até meados da década de 1940, o local aonde hoje se encontram as escadarias de Chkalov era chamado apenas de "descida do rio Volga" e era um dos lugares mais populares entre os moradores e turistas da Província de Nijni Novgorod . No topo havia uma área semicircular para apreciar a vista da represa de Bor. Atualmente, essa área é aonde se encontra o monumento a Valery Chkalov.

As primeiras ideias para a construção de uma escadaria no local foram sugeridas por Alexander Shulpin, membro do Comitê Executivo da cidade de Gorky, em 1939. As escadas seriam para facilitar o trajeto entre o centro da cidade de Gorky e o rio Volga, e superar a Escadaria de Potemkin em Odessa. Porém, a realização do projeto foi impedida pela Segunda Guerra Mundial (Frente Oriental).[4]

Os planos foram adiados até 1943, quando a cidade de Gorky começou a reconstruir ativamente as estruturas e prédios destruídos pelos ataques nazistas, permitindo que Shulpin voltasse a promover sua ideia . No mesmo ano, ele foi até Moscou e apresentou o projeto para os arquitetos soviéticos Alexander Yakovlev, Lev Rudnev e Vladimir Munts. Quando um acordo foi decidido, o governo de Moscou alocou verbas para a construção da grandiosa escadaria para honrar a vitória contra a Alemanha na Batalha de Stalingrado. Inicialmente, o monumento se chamaria "Escadaria de Stalingrado". A construção se iniciou no mesmo ano (usando prisioneiros de guerra alemães como mão de obra) e a escadaria foi inaugurada em 1949.

O líder do comitê executivo da cidade gastou 7 milhões de rublos no projeto, sendo acusado de desvio de fundos públicos e preso no Caso Leningrado. Após a morte de Stalin, ele foi absolvido.[5]

Dias Atuais[editar | editar código-fonte]

A escadaria, vista do rio Volga

A escadaria é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade. Ocasionalmente, o lugar é palco de corridas esportivas e outras atrações.[6]

Em 1985, um monumento ao barco soviético 'Hero' foi inaugurado na base da escadaria, se tornando um lugar popular para recém-casados, que até 2008 decoravam a estrutura com fitas coloridas. Para interromper a prática, grades de metal foram instaladas ao redor.

A última restauração da escadaria foi realizada em 2012-2013.[7]

Referências[editar | editar código-fonte]