Escanda Purana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Skandá Purāṇá ou mais simplesmente Skanda Purana é o maior mahā puraná, um género de 18 textos religiosos hindus.[1]

Datação[editar | editar código-fonte]

Desconhece-se a sua data de composição. Geralmente os hinduístas creem que todos os 18 mahā puranás foram escritos pelo sábio Viasa.

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

O texto é dedicado principalmente à vida e obra da divindade Kartikeia (também chamado Skandá ou Murugan), filho da divindade Shiva e da deusa Parvati. Também contém uma série de lendas acerca de Shiva, e dos lugares sagrados associados a este. Este mahapuraná foi recitado por Skandá, e dispõe-se em várias partes, por vezes também fragmentadas. É descrito pela tradição shivaísta na região de Hemakuta (perto da cidade de Viyaia Nagara, no estado de Karnataka). O «Kashi khanda» (‘capítulo sobre Varanasi’) descreve a mesma tradição na zona de Benarés, e o capítulo «Utkala khanda» no estado de Orissa.

Referências

  1. Ganesh Vasudeo Tagare: Studies in “Skanda purāṇa”. Nova Deli: Motilal Banarsidass, 1996; ISBN 8120812603.