Escola Nacional de Belas Artes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Escola Nacional de Belas Artes
Tipo instituição de ensino
Geografia
País Brasil

Escola Nacional de Belas Artes é o antigo nome (1890-1965) da Escola de Belas Artes — EBA, unidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Foi primeiramente chamada Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios, nome que vigeu desde a fundação da escola, em 12 de agosto de 1816, até o fim do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, com a Independência do Brasil em 7 de setembro de 1822. Durante o período imperial, a escola passou a ser conhecida como Academia Imperial das Belas Artes e, depois, Academia Imperial de Belas Artes e foi considerada definitivamente instalada em 7 de novembro de 1826. Com o golpe da república, em 15 de novembro de 1889, que passou a ser chamada de Escola Nacional de Belas Artes (ou Escola Nacional de Bellas Artes, na ortografia da época).

Em 1931, a escola passou a integrar a Universidade do Rio de Janeiro e, em 1937, a Universidade do Brasil.

Em 1949, foi introduzida a disciplina de Indumentaria Histórica, pela cátedra Sophia Jobim sendo a primeira da área na America do Sul.[1]

Em 1965, teve outra vez o nome alterado e passou a se chamar apenas Escola de Belas Artes, fazendo incorporadaa Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.
  1. https://joaosextoseminario.files.wordpress.com/2017/01/27-maria-cristina-volpi-e-madson-oliveira.pdf Sophia Jobim e a origem do curso de Artes Cenicas na M.N.B.A