Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
da Universidade de São Paulo
ESALQ
ESALQ (2).jpg
Edifício central da ESALQ
Universidade Universidade de São Paulo
Fundação 1901 (118 anos)
Tipo de instituição Unidade de ensino, pesquisa e extensão
Localização Piracicaba,  São Paulo Brasil
Campus Luiz de Queiroz (Piracicaba)
Site www4.esalq.usp.br

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ) é uma unidade da Universidade de São Paulo (USP) voltada ao ensino, pesquisa e extensão universitária nas áreas das ciências agrárias, sociais aplicadas e ambientais, localizada no Campus "Luiz de Queiroz" da USP no município de Piracicaba, São Paulo. A ESALQ oferece sete cursos de graduação e dezesseis programas de pós-graduação (PPG), um PPG Internacional e 2 PPGs Interunidades. Os diversos cursos da ESALQ abrigam cerca de 2.000 alunos de graduação e 1.100 alunos de pós-graduação.[carece de fontes?]

A ESALQ iniciou suas atividades em 1901, como resultado do desprendimento de Luiz Vicente de Sousa Queiroz. Em 1934, foi uma das escolas fundadoras da Universidade de São Paulo, junto com a Faculdade de Direito do Largo São Francisco, Escola Politécnica, Faculdade de Farmácia e Odontologia da Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária, Faculdade de Medicina e Instituto de Educação.[carece de fontes?]

Áreas de atuação da ESALQ[editar | editar código-fonte]

Durante grande parte de sua história inicial, o foco principal de atuação da ESALQ esteve voltado à agricultura e à agropecuária, desenvolvidas dentro de seu tradicional curso de graduação em Engenharia Agronômica e nas atividades de pesquisas em áreas correlatas à agronomia.[carece de fontes?]

Ao longo das últimas décadas, contudo, o escopo de atuação da ESALQ foi significativamente ampliado, através da criação de novos cursos de graduação e pós-graduação, os quais além da atividade de ensino, propiciam o fortalecimento da pesquisa e extensão universitária dentro de suas áreas de atuação.[carece de fontes?]

Panorama do campus da ESALQ em Piracicaba.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Material didático utilizado em sala de aula na “Luiz de Queiroz” – fonte primária, sem data, supõe-se tratar do período entre 1908 e 1912, quando foram feitos os primeiros registros profissionais de fotografia para propaganda da escola. (Acervo do Museu da ESALQ/USP)

O projeto de construção da instituição teve início em 1881, como consequência, principalmente, das ações de Luiz Vicente de Souza Queiroz, que presidiu um coletivo de proprietários e políticos paulistas reunidos na associação "Brazilian Gentleman".[1] Quando o projeto privado quase naufragava por problemas financeiros, foi assumido em 1893 pelo estado de São Paulo por meio de sua secretária da Agricultura.[1] A ESALQ iniciou oficialmente suas atividades em 1901, na chamada Fazenda São João da Montanha. Entre 1901 e 1934 a ESALQ fez parte da Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo, passando a integrar a Universidade de São Paulo (USP) a partir de 1934, sendo uma de suas unidades fundadoras.[carece de fontes?]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

  • 1893: O projeto presidido por Luiz Vicente de Sousa Queiroz é assumido pelo Governo do Estado de São Paulo.[1]
  • 1898: Morte de Luiz Vicente de Sousa Queiroz
  • 1900: Decreto n.º 683-A cria a Escola Agrícola Prática de Piracicaba
  • 1901: Iniciam-se as aulas, 3 de junho, sendo considerada inaugurada a Escola Prática Luiz de Queiroz
  • 1903: Fundação da Associação Atlética Acadêmica Luiz de Queiroz
  • 1907: Inauguração do Edifício Central
  • 1909: Fundação do Centro Acadêmico Luiz de Queiroz (CALQ)
  • 1925: Por seu padrão de ensino e valor de sua pesquisa agrícola, a Escola Agrícola Prática de Piracicaba foi elevada ao nível universitário
  • 1931: A Escola recebe a atual denominação de Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ) em homenagem a seu idealizador.
  • 1934: Desde 1901 ligada à Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, a ESALQ passa a integrar, como unidade fundadora, a Universidade de São Paulo (USP)
  • 1943: Fundação da Associação dos Ex Alunos da ESALQ - ADEALQ
  • 1945: Edifício Central passa por uma expansão e ganha mais um andar
  • 1958: Realização da primeira Semana Luiz de Queiroz, encontro de ex-alunos e homenagens aos formandos de anos jubilares, em comemoração ao Dia do Engenheiro Agrônomo (12 de outubro)
  • 1964: Início das atividades na pós-graduação, a primeira na USP e a segunda no Brasil com mestrado em Ciências, abrangendo as áreas de Estatística e Experimentação, Solos, Nutrição de Plantas, Fitopatologia, Genética e Melhoramento de Plantas, Mecânica, Motores e Máquinas Agrícolas
  • 1966: Criação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), que nasceu com o objetivo de desenvolver técnicas e métodos nucleares aplicados em pesquisas agronômicas
  • 1967: Início do curso de Economia Doméstica, desativado em 1991
  • 1970: Início dos cursos de Pós-Graduação em nível de doutorado
  • 1972: Início do curso de graduação em Engenharia Florestal
  • 1998: Início do curso de graduação em Ciências Econômicas (até 2002 o nome era Economia Agroindustrial)
  • 2001: ESALQ comemora seu centenário
  • 2001: Início do curso de graduação em Ciências dos Alimentos
  • 2002: Início dos cursos de graduação em Ciências Biológicas e em Gestão Ambiental
  • 2005: Formalização do 1.º programa de dupla-diplomação em Engenharia Agronômica Brasil-França, projeto coordenado pela ESALQ e instituições francesas
  • 2006: O Edifício Central, o Parque e parte do conjunto que compõem o Campus "Luiz de Queiroz" foram tombados pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Comdephaat)
  • 2009: Formação do Engenheiro Agrônomo n.º 10.000 e início da formalização do programa de dupla-diplomação com a Wageningen University Research Center, da Holanda
  • 2011: ESALQ completa 110 anos
  • 2011: Aprovação do curso de Graduação de Administração, que terá inicio em 2013
  • 2013: Início do curso de Graduação em Administração.
  • 2014: É firmada a parceria para dupla diplomação para o curso de Administração entre a ESALQ-USP e FCA-UNICAMP.

Órgãos estudantis[editar | editar código-fonte]

Associação Atlética[editar | editar código-fonte]

A Associação Atlética Acadêmica Luiz de Queiroz (AAALQ) é a entidade esportiva dos alunos da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi fundada oficialmente em 1924, derivada de outras associações, como o Clube Atlético Piracicabano (1903) e a Associação Piracicabana de Sports Atléticos (1914).[carece de fontes?]

É notadamente uma das maiores pioneiras no esporte em Piracicaba e no estado de São Paulo, tendo contribuído com seus atletas para várias conquistas importantes, como o tricampeonato da cidade de futebol, o título da I Olimpíada Universitária Brasileira e sendo premiada diversas vezes como atlética modelo do interior.[carece de fontes?]

Gramado do campo de futebol da AAALQ no início da primavera com a floração de lírios.

Conselho de Repúblicas[editar | editar código-fonte]

O Conselho de Repúblicas é uma ideia que se solidificou e hoje é uma instituição reconhecida por todos os órgãos que fazem parte da ESALQ. É o único órgão que representa as repúblicas da ESALQ, abrangendo aproximadamente 400 alunos, quase um quarto de todos os alunos da escola, distribuídos em 47 repúblicas sendo 35 masculinas e 12 femininas.[carece de fontes?]

Embora possua uma representação significativa, uma série de repúblicas surgidas ao longo dos anos 2000 não estão inseridas no Conselho, o que levanta questionamentos acerca da sub-representação que o conselho exerce na comunidade de moradores de repúblicas da ESALQ, sobretudo em relação a questões importantes como recepção dos ingressantes e posicionamentos políticos dentro do campus.[carece de fontes?]

É uma autarquia do Centro Acadêmico “Luiz de Queiroz” (CALQ), possui seu próprio estatuto registrado em cartório, sendo independente em suas decisões e atividades.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]