Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Escola Superior de Educação do Porto
ESE
Fundação 1980
Tipo de instituição Pública
Localização Porto, Portugal
Presidente Prudência Maria Fernandes Antão Coimbra
Total de estudantes ~2000
Cores da escola Rosa & Azul claro
Página oficial https://ese.ipp.pt

A Escola Superior de Educação (ESE) é uma unidade orgânica do Instituto Politécnico do Porto localizada no Porto.[1]

As cores identificativas da ESE na Academia do Porto são o rosa e o azul claro.

Localização[editar | editar código-fonte]

Está localizada no Polo Universitário da Asprela junto ao Hospital de São João, juntamente com várias instituições como a FMUP, FEUP, FEP, ISEP, ESS, Universidade Portucalense, entre outras.

Nas proximidades da escola estão disponíveis vários meios de transporte, nomeadamente várias linhas dos autocarros da STCP e o Metro do Porto com a Linha D (Amarela).

História[editar | editar código-fonte]

A Escola Superior de Educação foi instituída em 1980 tendo origem na Escola Normal do Porto e na Escola do Magistério Primário.[2]

A Escola Normal do Porto abriu as suas escolas, feminina e masculina, no ano letivo de 1882-1883 no nº 31 da Rua das Flores, num palacete pertencente à família Pereira Leitão, tendo sido criada em 1882 e aí permanecendo até 1885. Nesse mesmo ano, a Escola Normal do Porto foi transferida para novo edifício, que foi construído de raiz, na Rua da Alegria, por conta da persistência do Comendador José Guilherme Pacheco, Presidente da Junta Geral do Distrito, e da própria ação política da Junta.[2]

A partir de 1930 as Escolas Normais passaram a ser substituídas pelas Escolas do Magistério Primário, que tiveram impasses na fase inicial do Estado Novo, tendo sido reinstituídas a partir de 1942, adequando os seus planos de estudo aos desígnios politico-ideológicos do Regime.[2]

Já após o 25 de abril de 1974 e em plena democracia, nasceu a Escola Superior de Educação do Porto projetada para integrar a rede de Ensino Politécnico que se definia através do decreto-lei 513-T/79, de 26 de dezembro[3], substituindo assim a Escola do Magistério Primário do Porto e entrando em pleno funcionamento no ano de 1985 já integrada no Instituto Politécnico do Porto juntamente com a Escola Superior de Saúde e a antiga Escola Superior de Música.

De 1998 até à atualidade a ESE reforçou a sua dimensão de instituição de Ensino Superior ligada à formação de professores (Educação de Infância, 1º e 2º ciclos do Ensino Básico, Música e Desporto). Contém num portfólio educativo abrangente, compreendendo licenciaturas[4], doutoramento[5] em Educação (em associação com a universidade de Santiago de Compostela), mestrados profissionalizantes e de especialização[6], pós-graduações[7] e ações de formação contínua[8]. [9]

Atualmente abriu o P.Praça, juntamente com o ISCAP que é constituído por um espaço com novas áreas de restauração, que partilham o mesmo conceito, abertas 24 horas por dia.[10]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Despacho 15835/2009, 2009-07-10». Diário da República Eletrónico. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  2. a b c «História — Escola Superior de Educação». www.ese.ipp.pt. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  3. «Decreto-Lei 513-T/79, 1979-12-26». Diário da República Eletrónico. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  4. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome :1
  5. «Doutoramento em Educação — Escola Superior de Educação». www.ese.ipp.pt. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  6. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome :2
  7. «Pós-Graduações — Escola Superior de Educação». www.ese.ipp.pt. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  8. «Formação Contínua — Escola Superior de Educação». www.ese.ipp.pt. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  9. «História — Escola Superior de Educação». www.ese.ipp.pt. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  10. «Politécnico do Porto inaugura o conceito P.Praça na ESE e no ISCAP - JPN». JPN - JornalismoPortoNet. 11 de janeiro de 2021. Consultado em 15 de setembro de 2021 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]