Escola das Nações (Bahá'í)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Escola das Nações é uma instituição bahá'í de ensino internacionalista bilíngue (inglês-português) brasileira, com sede no Lago Sul, no Distrito Federal, para estudantes de todas as nações e origens, cujos valores principais são baseados nos princípios morais e éticos da Fé Bahá'í. Seu objetivo é que os estudantes desenvolvam as qualidades e a compreensão para se transformarem em "cidadãos do mundo".

História[editar | editar código-fonte]

A escola foi fundada em 1980 por duas famílias norte-americanas de educadores que previram construir uma escola em torno de um modelo novo de educação internacional. A base deste modelo era o ensinamento Bahá'í da "unidade na diversidade"; para criar um ambiente em que os estudantes de raças, nacionalidades, culturas e religiões diferentes poderiam aprender a viver em paz e harmonia, enquanto desenvolve seus potenciais intelectuais, físicos e espirituais ao grau mais elevado.

Durante o Ano International de Literatura de 1990, a escola cooperou com diversas comunidades nos projetos, um deles incluindo a patrocinação da Secretária Educacional do Distrito Federal.[1]

Durante uma sessão especial da Câmara dos Deputados do Brasil homenageando a vinda de Madame Mary Rabbání, um deputado do Partido Social Democrático (PSD) apontou a escola como um exemplo das contribuições da Fé Bahá'í nos campos educacionais e econômicos.[2]

Recursos[editar | editar código-fonte]

Em 2007, a Escola das Nações teve aproximadamente 610 estudantes registrados nos dois campi: um para o programa de Early Childhood para estudantes entre 3 a 6 anos de idade e o outro para o Elementary (1ª a 4ª série), Middle (5ª a 8ª série) e o High School (9ª a 11ª série). A comunidade da escola é composta por famílias brasileiras, muitos dos quais são parte de corpos diplomáticos, também famílias estrangeiras, (representando aproximadamente 40 países diferentes), que estão conectados com diversas embaixadas, companhias multinacionais ou organizações não governamentais como a UNICEF, o Banco Mundial e as Nações Unidas. Há 90 professores na equipe de funcionários incluindo assistentes.

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Para o ano escolar 2005-06, a escola é nomeada pela "Artsonia" para diversas premiações - prêmios de Liderança, Publicação de Arte, Fã Clubes, Comentários e Arrecadação de Fundos (classificado #1 em todas as categorias).[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]