Escola de Governo Paulo Neves de Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho
EG-FJP
Fundação 14 de dezembro de 1992
Tipo de instituição pública, estadual
Mantenedora Governo do Estado de Minas Gerais
Localização Alameda dos Oitis, 140 - São Luiz, Belo Horizonte, MG
Diretor(a) Letícia Godinho
Docentes 21 (2010)
Total de estudantes 817 (2009)
Cores da escola vermelho e branco         
Página oficial www.eg.fjp.mg.gov.br
Portaria do campus Pampulha.

A Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho é uma instituição isolada brasileira de ensino superior de nível estadual, sediada em Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. A instituição de ensino oferece cursos de graduação, especialização, extensão e mestrado na área de administração pública. A Escola de Governo é um órgão da Fundação João Pinheiro, nome pela qual é mais conhecida, e está vinculada ao governo do estado de Minas Gerais por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG).

A Escola de Governo da Fundação João Pinheiro foi estabelecida em 1992 com a missão de promover a modernização e profissionalização do governo e o aperfeiçoamento da formação de pessoal técnico aos governos municipais, estaduais e federais, promovendo novas técnicas de gestão e desenvolvimento de estudos e pesquisas na administração pública.[1]

O CSAP[editar | editar código-fonte]

O Curso Superior de Administração Pública, conhecido por CSAP, garante ao aluno ao se graduar a nomeação automática para o nível inicial da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, a qual integra a estrutura do Poder Executivo do Estado de Minas Gerais. O CSAP é o único curso universitário no país com esta característica.[2] O curso dura oito semestres e, além do ensino gratuito, cada estudante recebe uma bolsa de um salário minimo.[3]

Em todas as edições do ENADE, o CSAP recebeu conceito A, sendo que em 2006, a Escola de Governo obeve a primeira colocação no exame entre todos os cursos brasileiros da área de Administração. Além disso, obteve 5 estrelas nas duas últimas edições do Guia do Estudante Abril e obteve nota 5 no Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação em 2008, o valor mais alto do índice.

A Escola de Governo da Fundação João Pinheiro é uma das 25 instituições de ensino superior brasileiras que obtiveram nota 5 (máxima) no Indice Geral de Curso do MEC divulgado em 2011, em que foram avaliadas 1793 instituições. O curso também ficou classificado entre os 10 melhores cursos de administração do país, de acordo com os resultados do ENADE.[4]

Cursos[editar | editar código-fonte]

  • Curso de Administração Pública (CSAP) - graduação voltada para a formação de profissionais que tenham interesses de atuação nas áreas de gestão governamental e de formulação, implementação e avaliação de políticas públicas. Em 2006, foi apontado pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), do Ministério da Educação, como o melhor curso de graduação em Administração entre os 1.475 oferecidos no Brasil.
  • Curso de Mestrado em Administração Pública - criado em 1995, credenciado pela CAPES como parte do Sistema Nacional de Pós-Graduação, objetiva a formação teórica e técnica de alto nível com ênfase em questões centrais da administração pública moderna. É destinado a profissionais que atuam no serviço público, em centros de pesquisa e de ensino superior, no setor privado e em organizações não governamentais, além de interessados nos problemas da gestão pública e formulação, planejamento, implementação e avaliação de políticas públicas.
  • Programa de Especialização em Administração Pública (PROAP) - utilizando o conhecimento para a construção de uma visão estratégica da administração pública, o Programa é destinado a profissionais de nível superior de diferentes esferas de governo e a profissionais envolvidos na gestão pública.
  • Curso de Especialização em Segurança Pública - ministrado em parceria com a Polícia Militar de Minas Gerais, tem o objetivo de promover a reflexão e o debate sobre políticas de segurança pública e o papel da PMMG no planejamento e execução dessas políticas. Exclusivo para oficiais capitães da força policial militar de Minas Gerais.
  • Curso de Especialização em Gestão Estratégica de Segurança Pública - voltado para majores e tenentes-coronéis das Polícias Militares de Minas Gerais e demais unidades federativas da União, objetiva a capacitação desses oficiais como gerentes estratégicos da corporação.
  • Curso de Extensão - objetiva treinar, capacitar, desenvolver e otimizar as potencialidades dos servidores públicos estaduais. É coordenado pela Secretaria de Estado de Planejamento (SEPLAG) e ministrado pela Escola de Governo, atendendo à diretriz do Projeto Estruturador “Choque de Gestão – Pessoas, Qualidade e Inovação na Administração Pública”[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Missão da Escola de Governo.». Consultado em 26 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 25 de agosto de 2011 
  2. «Apresentação da Escola de Governo.». Consultado em 26 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 25 de agosto de 2011 
  3. «Benefícios.». Consultado em 26 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 25 de agosto de 2011 
  4. «Minas possui seis universidades de excelência - Estado de Minas». Consultado em 26 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 17 de janeiro de 2011 
  5. «Fundação João Pinheiro.». Consultado em 26 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 25 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]