Escritório das Nações Unidas em Genebra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palais des Nations, principal edifício do Escritório das Nações Unidas em Genebra. Só em 2012, o Palácio das Nações foi sede de mais de 10 000 reuniões intergovernamentais.
O Allée des Nations, com as bandeiras dos países-membros

O Escritório das Nações Unidas em Genebra (UNOG, na sigla em inglês) é a segunda maior das quatro principais sedes das Nações Unidas (a primeira é a sede das Nações Unidas em Nova Iorque).[1] Está localizado no Palácio das Nações (Palais des Nations), edifício construído para a Liga das Nações, entre 1929 e 1938, em Genebra, na Suíça, e se expandiu no início da década de 1950 e o final da década de 1960.[2]

Além da administração das Nações Unidas, o complexo também abriga os escritórios para várias organizações e programas, tais como a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) e a Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa (ECE).

As Nações Unidas e suas agências especializadas, programas e fundos têm outros escritórios ou funções hospedados fora do Palácio das Nações, normalmente em espaços cedidos pelo Governo Suíço.[3]

Agências especializadas da ONU e de outras entidades da ONU, com escritórios em Genebra, mantêm sessões de informações no Palácio das Nações,[4] organizadas pelo Serviço de Informações das Nações Unidas, em Genebra.

Agências constituintes[editar | editar código-fonte]

Com sede em Genebra:[5]

Presença em Genebra:

Diretor-geral[editar | editar código-fonte]

Michael Møller, Dinamarca, Diretor-Geral desde 2013.
  1. Wladimir Moderow, Polónia, 1946-1951
  2. Adriaan Pelt, Holanda, 1952-1957
  3. Pier Pasquale Spinelli, Itália, 1957-1968
  4. Vittorio Winspeare-Guicciardi, Itália, 1968-1978
  5. Luigi Cottafavi, Itália, 1978-1983
  6. Eric Suy, Bélgica, 1983-1987
  7. Jan Mårtenson, Suécia, 1987-1992
  8. Antoine Blanca, França, 1992-1993
  9. Vladimir Petrovsky, Rússia, 1993-2002
  10. Sergei Ordzhonikidze, Rússia, 2002-2011
  11. Kassym-Jomart Tokayev, Cazaquistão, 2011-2013
  12. Michael Møller, a Dinamarca, a partir de 2013

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Sede das Nações Unidas na Europa». MySwitzerland.com. Consultado em 27 de fevereiro de 2018 
  2. Geneva, United Nations Office of. «Where global solutions are shaped for you». www.unog.ch (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2018 
  3. (www.dw.com), Deutsche Welle. «Genebra, a sede da ONU na Europa | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 29.05.2006». DW.COM. Consultado em 27 de fevereiro de 2018 
  4. Geneva, United Nations Office of. «Where global solutions are shaped for you | UN Family in Geneva | UN System Meetings in Geneva». www.unog.ch (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2018 
  5. Geneva, United Nations Office of. «Where global solutions are shaped for you | UN Family in Geneva | Who's Where in Geneva ?». www.unog.ch (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2018 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Joëlle Kuntz, de Genebra, e a Chamada do Internacionalismo: Um Histórico, Éditions Zoé, 2011, 96 páginas (ISBN 978-2-88182-855-3).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]