Escrita mon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escrita Mon (abugida)
Falado em: Myanmar, Tailândia
Total de falantes:
Família: Protossinaítica
 Fenícia
  Aramaica
   Brami
    Grantha (Pallava) ou Kadamba[1]
     Pyu
      Birmanesa
       Escrita Mon (abugida)
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

A escrita Mon é um alfabeto derivado da Escrita brami que é usada para escrever a língua mon, e pode ter originado a escrita da língua birmanesa e ds língua Shan, bem como de outras línguas de Birmânia, como S'gaw Karen, Pwo Karen (Pwo Ocidental e Oriental, Geba Kare, Palaung e Red Karen languages, embora não seja a único escrita usada para esses idiomas. A escrita Mon também é usada para as línguas litúrgicas de Pali e Sâncrito. O suporte para todas as formas modernas está incluído no padrão Unicode.

"mranma akkha.ra" (alfabeto birmanês) em escrita Mon

Forma[editar | editar código-fonte]

A escrita básica Mon contém 35 consoantes (incluindo uma consoante nula, e numerosos diacríticos para as vogais; Alfabetos individuais derivados podem adicionar letras adicionais. Faz uso proeminente do empilhamento de consoantes, particularmente para o vocabulário derivado de Pali. Existem duas classes de consoantes, 'claras' e 'respirantes' (cinza claro e médio na tabela abaixo), que possuem diferentes vogais inerentes e afetam os valores dos diacríticos da vogal de maneira diferente. A classe da consoante originalmente dependia da representação de um som fraco ou forte em Pali.[2][3]

က
k (/kaˀ/)

kh (/kʰaˀ/)

g (/kɛ̀ˀ/)

gh (/kʰɛ̀ˀ/)

ṅ (/ŋɛ̀ˀ/)

c (/caˀ/)

ch (/cʰaˀ/)

j (/cɛ̀ˀ/)

jh (/cʰɛ̀ˀ/)
ဉ / ည
ñ (/ɲɛ̀ˀ/)

ṭ (/taˀ/)

ṭh (/tʰaˀ/)

ḍ (/ɗaˀ/)

ḍh (/tʰɛ̀ˀ/)

ṇ (/naˀ/)

t (/taˀ/)

th (/tʰaˀ/)

d (/tɛ̀ˀ/)

dh (/tʰɛ̀ˀ/)

n (/nɛ̀ˀ/)

p (/paˀ/)

ph (/pʰaˀ/)

b (/pɛ̀ˀ/)

bh (/pʰɛ̀ˀ/)

m (/mɛ̀ˀ/)

y (/jɛ̀ˀ/)

r (/rɛ̀ˀ/)

l (/lɛ̀ˀ/)

w (/wɛ̀ˀ/)

s (/saˀ/)

h (/haˀ/)

ḷ (/laˀ/)

b (/baˀ/)

a (/ʔaˀ/)

mb (/bɛ̀ˀ/)

Dígitos[editar | editar código-fonte]

Um sistema de numeração decimal é usado. Para o alfabeto Mon, os dígitos de zero a nove são os seguintes:

Number Mon
Numeral Written IPA
0 သုည sunɲaˀ
1 မွဲ mòa
2 ၜါ ba
3 ပိ pɔeˀ
4 ပန် pɔn
5 မသုန် pəsɔn
6 တြဴ kərao
7 ထပှ် həpɔh
8 ဒ္စါံ həcam
9 ဒစိတ် həcit
10 ၁၀ စှ် cɔh

Desse modo, por exemplo, o número 1945 seria escrito ၁၉၄၅.

Unicode[editar | editar código-fonte]

A escrita birmanesa foi adicionada ao padrão Unicode em setembro de 1999 com o lançamento da versão 3.0. Foi ampliado em outubro de 2009 com o lançamento da versão 5.2 e novamente em junho de 2014 com o lançamento da versão 7.0.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Aung-Thwin 2005: 157
  2. Dho-ong Jhaan (9 de maio de 2010). «Mon Consonants Characters». Consultado em 12 de setembro de 2010 
  3. Dho-ong Jhaan (1 de outubro de 2009). «Romanization for Mon Script by Transliteration Method». Consultado em 12 de setembro de 2010 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Aung-Thwin, Michael (2005). The mists of Rāmañña: The Legend that was Lower Burma illustrated ed. Honolulu: University of Hawai'i Press. ISBN 9780824828868 
  • Bauer, Christian (1991). «Notes on Mon Epigraphy». Journal of the Siam Society. 79 (1): 35 
  • Lieberman, Victor B. (2003). Strange Parallels: Southeast Asia in Global Context, c. 800–1830, volume 1, Integration on the Mainland. [S.l.]: Cambridge University Press. p. 136. ISBN 978-0-521-80496-7 
  • Stadtner, Donald M. (2008). «The Mon of Lower Burma». Journal of the Siam Society. 96: 198 
  • Sawada, Hideo (2013). «Some Properties of Burmese Script» (PDF) 
  • Jenny, Mathias (2015). «Foreign Influence in the Burmese Language» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]