Espírito Santo (Porto Alegre)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Espírito Santo, veja Espírito Santo (desambiguação).

Espírito Santo
—  Bairro do Brasil  —
Espírito Santo Porto Alegre.JPG
Município Porto Alegre
Área
 - Total 174 hectares
População
 - Total 5,734 hab (2 000)
2,712 homens
3,022 mulheres
    • Densidade 33 hab/ha hab./km²
Taxa de crescimento (+) 1,1% (de 1991 a 2000)
Domicílios 1.706
Rendimento médio mensal 11,02 salários mínimos
Fonte: Não disponível

Espírito Santo é um bairro da zona sul da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela Lei 6704 de 19 de novembro de 1990.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Espírito Santo recebeu este nome em virtude de uma capela que existia no alto de um dos morros da região do bairro.

No bairro se localiza também o arroio homônimo, cuja bacia hidrográfica é uma das vinte e sete presentes na Capital gaúcha.

A comercialização de lotes passou a ser realizada na década de 1980, com preços relativamente baixos, em razão das dificuldades de acesso, o qual foi aprimorado com a ampliação da Avenida Juca Batista, em 2005.[1]

Características atuais[editar | editar código-fonte]

Trata-se de um bairro predominantemente residencial, com bastantes áreas verdes, embora haja estudos sobre a supressão dessas nas últimas décadas.[2] Muitas de suas casas, de variadas classes sociais, possuem vista para o lago Guaíba. Há três avenidas principais: a Serraria, que corta o Espírito Santo; a Guaíba; e a Juca Batista.

A região mais tradicional do bairro encontra-se em sua região mais alta, entre as ruas Guananás, Guenoas e Carijós, onde residem os moradores mais antigos do bairro, residentes no local antes mesmo de seu loteamento em 1980.[carece de fontes?]

A localização é outro fator de destaque: Por ficar próximo aos bairros Ipanema e Guarujá, teve, indiretamente, uma grande valorização nos últimos anos. A proximidade com o Lago Guaíba é um dos principais atrativos da região, bem como o calçadão de Ipanema, a arborização e a tranquilidade caraterística deste bairro.

Pontos de referência[editar | editar código-fonte]

Áreas verdes
Educação
  • E. E. E. F. Clotilde Cachapuz de Medeiros[3]
Observações

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Do encontro do prolongamento da Rua Murá com a orla do rio Guaíba, segue, no sentido norte, até o prolongamento em linha reta da avenida projetada pelo plano diretor que, por sua vez, é o prolongamento da Avenida Coronel Pedro Augusto Bittencourt, indo por esta avenida até a Avenida Juca Batista; desta, até a esquina da Estrada Cristiano Kraemer; deste ponto, por uma linha imaginária, coincidindo com uma rua projetada, prolongamento da Rua Giorgio Negroni; por esta rua e seu prolongamento, até encontrar a rua projetada, diretriz do plano diretor 6303; desta, até a Estrada da Serraria; desta, até a Rua Murá; e, por esta e seu prolongamento, em linha reta, até a orla do Guaíba.

Referências

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]