Espírito Santo do Pinhal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Espírito Santo, veja Espírito Santo (desambiguação).
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Pinhal, veja Pinhal.
Espírito Santo do Pinhal
  Município do Brasil  
Vista parcial da cidade
Vista parcial da cidade
Símbolos
Bandeira de Espírito Santo do Pinhal
Bandeira
Brasão de armas de Espírito Santo do Pinhal
Brasão de armas
Hino
Lema Originibus Fideles Sunt
"São fiéis às suas origens"
Apelido(s) "Pinhal"
Gentílico pinhalense
Localização
Localização de Espírito Santo do Pinhal em São Paulo
Localização de Espírito Santo do Pinhal em São Paulo
Mapa de Espírito Santo do Pinhal
Coordenadas 22° 11' 27" S 46° 44' 27" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Campinas
Região imediata[1] São João da Boa Vista
Municípios limítrofes São João da Boa Vista, Aguaí, Mogi-Guaçu, Estiva Gerbi, Itapira, Santo Antônio do Jardim, Jacutinga, Albertina.
Distância até a capital 202 km
História
Fundação 1849 (172 anos)
Aniversário 27 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Cristina do Carmo Brandão Bueno Domingues[2] (PODE, 2021 – 2024)
Vereadores 9
Características geográficas
Área total [3] 390,413 km²
População total (estimativa IBGE/2019[4]) 44 330 hab.
Densidade 113,5 hab./km²
Clima tropical de altitude
Altitude 870 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 13990-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,787 alto
PIB (IBGE/2009[6]) R$ 670 886,369 mil
PIB per capita (IBGE/2009[6]) R$ 15 875,21
Outras informações
Padroeiro(a) Divino Espírito Santo e Nossa Senhora das Dores[7]
Sítio www.pinhal.sp.gov.br (Prefeitura)

Espírito Santo do Pinhal é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º11'27" sul e a uma longitude 46º44'27" oeste, estando a uma altitude de 870 metros. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2019, era de 44 330[4] habitantes, resultando em uma densidade demográfica de 107,61 hab/km².

O município foi oficialmente denominado Pinhal, pelo Decreto-Lei nº 9.775/1938,[8] permanecendo até que por força da Lei Estadual nº 609 de 17 de dezembro de 1974 voltou a denominar-se Espírito Santo do Pinhal,[9] seu nome original.

História[editar | editar código-fonte]

Espírito Santo do Pinhal foi fundada em 1849, após disputas por terras com tiroteios e ameaças entre os envolvidos, por Romualdo de Sousa Brito, natural de Santa Cruz das Palmeiras. As terras dessa cidade pertenciam a Fazenda do Pinhal, antiga Sesmaria. Tratava-se de uma enorme fazenda dominada pela árvore araucária, nascentes e florestas exuberantes. Em 1902 o município participou da chamada Revolta de Ribeirãozinho,[10] movimento conservador que ocorreu na cidade de Ribeirãozinho (hoje Taquaritinga), em São Paulo, e que tinha como objetivo fundamental a restauração da monarquia e a coroação de Dom Luiz de Orleans e Bragança.

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • Área total: 389,421 km²
  • Área Urbana: 12,6 km²
  • Marco zero - Praça da Independência

Relevo[editar | editar código-fonte]

O município situa-se num planalto elíptico, com área aproximada de 785 km², altitude média de 900 m e campos suavemente ondulados.

  • Altitude média: 785 metros
  • Altitude da sede Paço Municipal da Prefeitura: 850 metros
  • Altitude de maior elevação: 1.305 metros
  • Altitude de menor: 688 metros

Possui uma área de 389,421 km².

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é tropical de altitude ou subtropical com inverno seco (Köppen: Cwa), com temperatura média mínima de 13,7 °C e máxima de 26,2 °C. O verão é fresco e úmido, com temperaturas entre 16 e 26 °C, com picos de máxima de 33 °C e mínimas podendo chegar a 12 °C. A primavera começa seca e termina úmida, sendo essa a estação mais oscilatória em questões de temperatura, sendo que podemos registrar mínimas em torno de 0 °C e máximas que podem chegar em raros casos a 33 °C. No outono começa ligeiramente úmido e fica seco com o passar das semanas. Março e abril podem registrar ainda picos de 28 °C e mínimas superiores a 14 °C, algo que fica mais raro com a proximidade de maio, onde as máximas raramente superam os 25 °C e as mínimas poucas vezes atingem os 10 °C. No outono podemos ter mínimas que chegam a 2 °C em maio e 0 °C em Junho e máximas baixas, que às vezes são menores que 12 °C, ou altas, principalmente no início da estação. O inverno é seco, mas a entrada de frentes frias não são raras. As temperaturas máximas ficam em torno de 18-23 °C em junho e julho, e as tardes acontecem raros casos não passam de 10 °C.

  • Clima: Tropical de Altitude ou subtropical com inverno seco
  • Temperatura Média anual: 20,0 °C[11]
  • Temperatura Média Mínima anual: 13,7 °C
  • Temperatura Média máxima anual: 26,2
  • Chuvas anuais: de 1.450 mm
  • Dias de geada média anual:4

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo de 2010[12]
  • População
    • Urbana: 37.254 (88,7%)
    • Rural: 4.665 (11,3%)
    • Homens: 20.515
    • Mulheres: 21.406
    • Total da população: 41.919
  • Densidade demográfica Urbana: 3.104 hab/km²
  • Densidade demográfica Rural: 12 hab/ hab/km²
  • IDHM 2010: 0,787[13]
Classe Social
  • Classe Média: A, B e C: 85,1%
  • Classe Pobre: D e E: 14,9%

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP),[14] que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica,[15] sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[16] para suas operações de telefonia fixa.

Educação[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com as seguintes instituições de ensino:

  • Escola Técnica Estadual Dr. Carolino da Mota e Silva, Escola Técnica Agrícola.
  • Escola Estadual Professor Juca Loureiro EM.EF.
  • Escola Estadual Dr. Abelardo César.
  • Escola Estadual Cel. Batista Novaes.
  • Escola Estadual Cardeal Leme.
  • Escola Estadual Dr. Almeida Vergueiro, uma das primeiras do estado de SP.
  • Escola Estadual Professora Joanna Di Felippe E.F.
  • Centro Regional Universitário Espírito Santo do Pinhal - UNIPINHAL.

Logradouros[editar | editar código-fonte]

Frota de Veículos
Ano Quantidade

2002 12.886
2005 14.381
2010 19.654
2014 25.281 [17]
Rodovias
Principais vias
  • Avenida Romualdo de Souza Brito
  • Avenida Washington Luís
  • Avenida dos Trabalhadores
  • Avenida Oliveira Motta
  • Avenida Prefeito Lessa
  • Rua Arthur Vergueiro
  • Rua José Bonifácio (Rua Direita)
  • Rua Barão de Motta Paes

Pinhalenses ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. «Prefeita e vereadores de Espírito Santo do Pinhal tomam posse». G1. 1 de janeiro de 2021. Consultado em 2 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2021 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial brasileira». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 12 de julho de 2017 
  4. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2019. Consultado em 15 de maio de 2020. Cópia arquivada em 29 de setembro de 2020 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 21 de setembro de 2013. Arquivado do original em 25 de março de 2016 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 14 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2016 
  7. «Conheça a história da Igreja Matriz do Divino Espírito Santo e Nossa Senhora das Dores». Portal de Pinhal. Cópia arquivada em 20 de maio de 2018 
  8. «Espírito Santo do Pinhal: formação administrativa» (PDF). Biblioteca do IBGE. IBGE. Consultado em 23 de maio de 2019. Arquivado do original (PDF) em 26 de setembro de 2020 
  9. «Lei nº 609, de 17/12/1974». Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Cópia arquivada em 18 de abril de 2021 
  10. «A Revolta do Ribeirãozinho e a volta da Monarquia». Taquaritinga Online. 24 de abril de 2007. Consultado em 24 de abril de 2017. Arquivado do original em 5 de março de 2014 
  11. «Clima dos Municípios Paulistas». Cepagri. Arquivado do original em 21 de março de 2012 
  12. «São Paulo » Espírito Santo do Pinhal». IBGE Cidades. Arquivado do original em 2 de junho de 2015 
  13. «Espírito Santo do Pinhal - Economia». IBGE Cidades. Cópia arquivada em 16 de setembro de 2018 
  14. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Telesp. Arquivado do original em 14 de janeiro de 1998 
  15. «Nossa História». Vivo. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2021 
  16. Gasparin, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1. São Paulo: Globo. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2020 
  17. Departamento Nacional de Trânsito. «Denatran Frota 2010». Consultado em 28 de Agosto de 2014. Arquivado do original em 7 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Espírito Santo do Pinhal
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.