Diferenças entre edições de "Avery Fisher Hall"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sem alteração do tamanho ,  04h21min de 8 de abril de 2008
sem resumo de edição
m (Bot: Modificando: zh:艾弗里·費雪廳)
 
==Acústica==
O projeto [[Acústica|acústico]] da [[sala de concertos]] do Avery Fisher Hall foi incumbido à [[BBN Technologies]] (Bolt, Beranek & Newman). Baseados na sua experiência em projetar novas salas e analizaranalisar outras já existentes, os peritos da BBN recomendaram que o hall fosse projetado no formato de uma caixa de sapatos (similar ao do [[Boston Symphony Hall]]), com capacidade para 2400 pessoas. O Lincoln Center inicialmente aceitou a recomendação e a BBN forneceu uma série de indicações e especificações para o projeto. No entanto, o jornal [[New York Herald Tribune]] iniciou uma campanha para que o número de assentos da nova sala fosse maior. As críticas foram aceitas e o hall foi redesenhado, o que acabou por descaracterizar boa parte do projeto acústico da BBN. Os técnicos da companhia alertaram o Lincoln Center de que o som produzido poderia ser diferente do desejado, embora eles tenham preferido não profetizar que tipo de efeitos as mudanças poderiam proporcionar.
 
No dia [[23 de setembro]] de [[1962]] o hall foi aberto para uma série de vistorias. Muitos repórteres criticaram o projeto, enquanto que apenas dois [[maestro]]s elogiaram sua acústica. Foram realizadas muitas tentativas para melhorar os problemas acústicos do hall, com pouco sucesso, o que levou ao desenvolvimento de um projeto significativo de renovação, planejado pelo perito em acústica Cyril Harris. Essas renovações contribuíram para melhorar a qualidade do som, mas o Avery Fisher Hall continua tendo sua acústica como alvo de críticas até os dias atuais.
14 510

edições

Menu de navegação