Saltar para o conteúdo

Cruzador protegido: diferenças entre revisões

4 bytes removidos ,  11h27min de 24 de abril de 2009
( nova página: thumb|right|250px|Cruzador protegido russo ''Diana'' - 1897. [[Image:Protected cruiser schematic.png|thumb|right|25…)
 
Num cruzador protegido, a [[blindagem]] era colocada nos seus convés, dentro do navio, de modo a proteger as [[caldeira]]s e as [[máquina a vapor|máquinas a vapor]].
 
Normalmente, os cruzadores protegidos dispunham de um [[deslocamento]] típico que ia das 2500 [[tonelada|t]] às 7000 t, sendo armados com, até, 12 [[peça de artilharia|peças de artilharia]] com [[calibre]]s entre os 100 [[milímetro|mm]] e os 152 mm. Atingiam velocidades de 18 [[nó (unidade)|nós]]s a 23 nós.
O primeiro cruzador protegido do mundo foi o navio de guerra [[chile]]no ''Esmeralda'', lançado em [[1883]]. Construído pelo estaleiro naval britânico da Armstrong em Elswick, o ''Esmeralda'' foi o percussor de uma série de cruzadores protegidos construídos no mesmo local e que ficaram conhecidos pelos "Cruzadores de Elswick". O seu [[castelo de proa]], [[castelo de proa]] e convés de madeira forma removidos e substituídos por um convés blindado. O armamento do ''Esmeralda'' consistia em peças de 254 mm à proa e à popa e em peças de 152 mm a meio navio. Podia atingir uma velocidade de 18 nós, sendo propulsada apenas a vapor (não dipondo de [[vela]]me). O seus deslocamento era inferior a 3000 toneladas. Durante as duas décadas seguintes, este tipo de cruzador tornou-se na fonte de inspiração para a combinação de [[artilharia]] pesada, alta velocidade e reduzido deslocamento.
 
Na [[década de 1910]] a qualidade das placas de blindagem começou a melhorar e foram introduzidas [[turbina]]s a vapor, mais leves e potentes que as anteriores máquinas recíprocas. Os cruzadores protegidos existentes até então tornaram-se obsolescentes, uma vez que eram mais lentos e menos protegidos que os novos navios. Foram introduzidas [[caldeira]]s a [[óleo]], tornando dos depósitos de carvão desnecessários e perdendo-se a proteção que os mesmos davam. Os cruzadores protegidos foram substituídos pelos [[cruzador ligeiro|cruzadores ligeiros]] que além do convés blindado também dispunham de uma cinta blindada. Os cruzadores ligeiros, mais tarde, deram origem aos [[cruzador pesado|cruzadores pesados]].
 
==Ver também==
*[[Cruzador]]
7 877

edições