Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Usuário(a):Herenvaryar/rascunhos"

155 bytes removidos ,  00h32min de 22 de julho de 2009
Como os Anéis tinham muita força, Sauron teve que colocar muito do seu próprio poder dentro do Um Anel para dominá-los, fator que contribuiu para sua derrota.
 
Em [[Eregion]], muitos outros anéis menores foram forjados, como tentativas, mas tinham muito menos poder do que os Grandes Anéis. Eles eram simples, sem inscrições ou pedras engastadas. Em contraste, os outros Anéis (à exceção do Um) eram adornados com sua própria gema. ComoEntretanto, como os Anéis menores, o Um não tinha adornos, e era aparentemente um anel ordinário de ouro, sem marcas visíveis. Entretanto, se ele fosse aquecido, uma inscrição de duas linhas escritas na [[Língua Negra de Mordor]] com a [[Tengwar|Caligrafia Élfica]] aparecia em ambos os lados do anel:
 
'''Ash nazg durbatulûk, ash nazg gimbatul,<br>'''
Uma vez que os Elfos não tinham usado os Três Anéis quando Sauron estava de posse do Um, o plano dele não se saiu bem-sucedido, mas a força que ele teria sobre a vontade dos outros com o Um Anel era, de qualquer forma, grandiosa. Tendo o Anel, Sauron corrompeu os [[Númenor]]eanos com facilidade.
 
Assim como ocorria com os Nove, um mortal que o usasse tornar-se-ia invisível. [[Gandalf]] contou a [[Frodo]] que enquanto ele estivesse usando o Um, seria invisível aos seus amigos, mas muito mais vísivel aos [[Nazgûl]], já que o Anel o colocava num plano espectral em que os Nazgûl viviam. Com o uso freqüente, o mortal tenderia a tornar-se um espectro dominado por [[Sauron]]. O Anel dava poder para dominar a vontade alheia de acordo com as características do portador. Por exemplo, embora Frodo tenha sido capaz de dominar [[Gollum]], ele jamais conseguiria o mesmo com um ser de maior poder, como Gandalf. Se este último possuísse o Anel, seria também corrompido, e possivelmente substituíria Sauron como Senhor do Escuro. É possível que o Um tenha dado a [[Samwise Gamgee|Sam]] a habilidade de entender os [[orc]]s em [[Mordor]], e a Bilbo a capacidade de entender as Aranhas na Floresta das Trevas. O Um Anel era dotado de certa vontade própria, sempre objetivando voltar ao seu criador.
As with the Nine, a mortal who wore it would become invisible. Gandalf told Frodo that while he wore the Ring he was invisible to his friends but even more visible to the Nazgûl since he then existed more fully in the spirit world they inhabited. With repeated use a mortal might 'fade' and become a wraith dominated by Sauron. It granted power to dominate the wills of others in proportion to the native abilities of its wearer. Thus, although Frodo was able to dominate Gollum for a time, he could never have done so with anyone greater. Any powerful being who possessed the Ring, such as Gandalf, would be so corrupted by it that he would simply take Sauron's place as Dark Lord.
 
 
[edit] Final disposition of the Rings
 
==Acontecimentos finais aos Anéi==
It may have granted Sam the ability to understand the speech of Orcs in Mordor, and Bilbo Baggins the ability to understand the speech of the Great Spiders in Mirkwood.
 
The One possessed a kind of sentience or will of its own and could slip on or off at inopportune times or influence the bearer (cf. Isildur at the "Disaster of the Gladden Fields.") in an effort to return to its creator. It could even influence and corrupt those who had never touched it, such as when it drove Sméagol to murder Déagol.
 
 
[edit] Final disposition of the Rings
In the climactic scene of The Lord of the Rings, the One was destroyed in the Crack of Doom at Orodruin, where it was originally forged, causing the downfall of Sauron and the undoing of all he created with it.
 
3 831

edições