Diferenças entre edições de "História do Campeonato Brasileiro de Futebol"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
 
Outra polêmica foi na [[Copa João Havelange - Final|final]] Vasco x [[Associação Desportiva São Caetano|São Caetano]], onde a partida teve de ser paralisada, após a queda de um dos alabrados, onde dezenas de pessoas ficaram feridas.
Na ocasião, foram colocados à venda 32.537 ingressos para a partida, realizada no [[Estádio São Januário]], que tem capacidade para 40.000 pessoas. Porém testemunhas afirmam que viram pessoas entrarem no estádio sem ingresso. Com essa falha de segurança, rapidamente o estádio ficou superlotado. Aos vinte e três minutos de jogo, uma briga entre torcedores gerou confusão e parte da grade de separação da arquibancada cedeu. Imediatamente torcedores começaram a invadir o campo de jogo para evitarem ser pisados por outros torcedores em pânico. O jogo foi interrompido pelo árbitro, [[Eurico Miranda]], um dos responsáveis pela tragédia, entra em campo numa atitude nitidamente cosmética, visto que ignorou todo o problema durante o decorrer da partida. Ao fim de duas horas ainda havia feridos em campo e o governador [[Anthony Garotinho]] decidiu intervir, ordenando a suspensão do jogo.
 
Segundo o regulamento da competição, se a torcida de um time fosse responsável pela interrupção de uma partida, o time seria punido com a perda do jogo, indo os pontos para a equipe adversária, o que faria do São Caetano campeão da Copa João Havelange. No entanto, após acordo dos dirigentes e da imprensa, foi realizada uma reunião entre representantes dos clubes envolvidos, das federações estaduais (SP e RJ) e do Clube dos 13, que terminou com a marcação de uma nova partida, para o dia 18 de Janeiro de 2001, na qual a equipe carioca venceu por 3 x 1, levando a taça.
Utilizador anónimo

Menu de navegação