Saltar para o conteúdo

Órcades: diferenças entre revisões

5 bytes adicionados ,  23h32min de 1 de maio de 2011
sem resumo de edição
m (Bot: Ligando artigos destacados para el:Ορκάδες; mudanças triviais)
}}
 
As '''Órcades''' ou '''Órcadas''' (em [[Língua inglesa|inglês]] ''Orkney Islands'', "Ilhas Orkney", no [[Língua gaélica escocesa|gaélico escocês]] ''Àrcaibh'') são um [[arquipélago]] localizado no [[Mar do Norte]], cerca de 16 km ao largo do Norte da [[Escócia]]. As Órcades foram inicialmente colonizadas por [[pictos]] e [[vikings]] mas são actualmente uma das [[Autoridades Unitárias da Escócia]]. O grupo é constituidoconstituído por cerca de 70 ilhas, das quais 20 habitadas por cerca de 20, 000 pessoas. A maior ilha do arquipélago é The [[Ilha de Mainland|Mainland]], onde fica [[Kirkwall]] a capital administrativa. A economia do arquipélago é sustentada pela indústria de produção de [[lã]], carne, queijo, [[cerveja]], [[whisky]] e pelas plataformas petrolíferas que operam ao largo das Órcades.
 
Do ponto de vista [[geologia|geológico]] as Órcades são ilhas continentais separadas da Europa e das restantes [[Ilhas Britânicas]] durante a subida geral do nível do mar observada no [[Pliocénico]].
Durante alguns anos as Órcades foram sede de um reino nórdico independente que declarou vassalagem à [[Noruega]] durante o [[século X]]. Em [[1472]], o arquipélago foi transferido para a custódia escocesa por uma questão diplomática.
[[Ficheiro:Stromness 2.jpg|220px|right|thumb|[[Stromness]], segunda maior cidade.]]
Nesta época a Noruega fazia parte, juntamente com a [[Suécia]], do reino da [[Dinamarca]] e era vista pelo rei [[Cristiano I da Dinamarca|Cristiano I]] como a sua província mais pobre e desinteressante. As Órcades tinham então pouco poder económico e social junto da corte e foram entregues ao rei [[Jaime III da Escócia]] como [[dote]], por ocasião do seu casamento com a princesa [[Margarida II da Dinamarca|Margarida da Dinamarca]].
 
A cultura viking persistiu sob controlo escocês e os habitantes das Órcades preservaram o seu dialecto nórdico até pelo menos ao [[século XVIII]].
Utilizador anónimo