Diferenças entre edições de "Nergal"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
164 bytes removidos ,  21h15min de 1 de abril de 2013
sem resumo de edição
m (A migrar 26 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:q468912)
'''Nergal''' era o deus ([[dingir]]) sumério da guerra e da morte. Tinha por esposa a deusa [[Ereshkigal]].
 
O atrevido e impetuoso Nergal era filho de [[EnlilEnki]], deus do Ar, e [[NinlilNinki]] , deusa dos Cereais. Como filho primogênito do casal, nasceu do estupro sofrido por sua mãe, diante dos portões do reino infernal de [[Ereshkigal]]. Viveu toda a sua infância e juventude entre os deuses Anunnaki, até o dia em que ousou ofender [[Namtar]], representante oficial de Ereshkigal, afirmando total indiferença contra Ereshkigal, uma deusa a quem nunca vira. Até aquele momento, a soberba de Nergal havia provocado nos demais deuses diversão e surpresa, porém naquele instante instaurou o horror e a reprovação por parte de todos, já que sabiam que a rainha do Inferno não seria condescendente com seu desprezo.
 
Por conselhos de Enki, Nergal enfim se encheu de temor e arrependeu-se do como tratou Namtar. Pediu ajuda a Enki e este o instruiu a esculpir um trono com cedro sagrado e pintá-lo do modo certo. Ele deveria se despir de suas armas e brasões reais e levar o trono consigo até a morada de Ereshkigal. Deveria declinar com gentileza qualquer presente da rainha do inferno, assim como sua cerveja ou seus banquetes e não deveria sentar-se em nenhum lugar que não fosse no que levava consigo, bem como também evitasse que algum servo lhe lavasse a poeira dos pés.
Utilizador anónimo

Menu de navegação