Saltar para o conteúdo

Epacta: diferenças entre revisões

4 939 bytes adicionados ,  18h32min de 14 de agosto de 2014
m
Epacta
m (Epacta)
m (Epacta)
'''Epacta''' (palavra com origem na palavra [[Língua grega|grega]] ἐπακταί, com o sentido de [dias] 'acrescentados' ou 'interpolados' que deu origem à palavra [[Latim|latina]] ''epactae'', ''-ārum,'' donde passou à língua portuguesa) é um conceito astronómico usado desde a [[antiguidade clássica]] para designar a idade da Lua em qualquer data ou dia do ano, ou também o número de dias que passaram desde a última [[Lua Nova]] ou novilúnio.<ref>{{citar web|url=https://es.wikipedia.org/wiki/Epacta |título=Epacta |acessodata=6 de agosto de 2014 |publicado=Wikipedia|língua=espanhol }}</ref>
 
Quando se diz, por exemplo, que a '''Epacta''' do ano de '''2014''' é '''29''' -, esse número indica a idade da Lua no último dia do ano anterior<ref>Ou, o que é equivalente, a idade da Lua no primeiro dia do ano menos 1.</ref>, ou seja, que no dia [[31 de dezembro]] de [[2013]] a idade da Lua era '''29''', número que indica o total de dias passados desde o dia da [[Lua Nova]] do mês de [[dezembro]] - em dezembro de 2013 a Lua nova ocorreu a 3 de dezembro<ref>{{citar web |url=http://oal.ul.pt/documentos/faselua2013.pdf |título=Fases da Lua em 2013 |acessodata=6 de agosto de 2014 |autor=OAL - Observatório Astronómico de Lisboa |formato=pdf |língua=português }}</ref>. Como o valor médio de uma lunação é de cerca de 29 dias e meio<ref>Cf.[[Lua nova]] e [[Lunação]] - valor médio: 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 2,9 segundos, ou 29,53 dias; valores extremos: 29 dias e 4 h e 29 dias e 22 h aproximadamente.</ref>, daía decorreidade que a primeirada [[Lua Nova]] dessepode anovariar ocorre no primeiro dia do ano, a [[1 de janeiro]], mês que tem duas [[Lua nova|Luas novas]], no diaentre '''1''' e no dia 31, não há nenhuma no mês de fevereiro e a terceira [[Lua nova]] desse mesmo ano é a [[1 de março]]'''30'''.
 
De uma forma geral pode dizer-se também que a [[Epacta]] é o número de [[dia]]s que o [[ano trópico|ano solar trópico]], de '''365''' dias, tem a mais que o "ano lunar" comum de 12 lunações, com '''354''' dias, o que corresponde a '''11'''.<ref>{{citar livro|autor=Cristóvão Clávio |título=Calendarii a Gregoriaio XIII P.M. restitvti explicatio |idioma=latim |edição=1ª |local=Romæ |editora=Apud Aloysium Zannetum |ano=MDCIII |página=19 |acessodata=13 de agosto de 2014}} in https://play.google.com/books/reader?printsec=frontcover&output=reader&id=x1lDAAAAcAAJ&pg=GBS.PA19 </ref> Assim, se uma ano qualquer, como aconteceu em [[2007]], tem a '''Epacta''' '''11''', no ano seguinte a diferença avança mais '''11''' e a '''Epacta''' será '''22''', e o terceiro ano a diferença avança mais '''11''' e a '''Epacta''' será '''3''', porque sempre que a soma com o valor anterior ultrapassa '''30''' subtrai-se '''30'''<ref>O valor inteiro de uma [[Lunação]].</ref> ao valor encontrado. Os dias acrescentados para manter o acerto entre o "ano lunar" e o "[[ano trópico|ano solar]]" também se designam ''Embolismo''<ref>http://www.portal.ecclesia.pt/ecclesiaout/liturgia/liturgia_site/dicionario/dici_ver.asp?cod_dici=138</ref>.
 
Assim, se uma ano qualquer, como aconteceu em [[2007]], tem a '''Epacta''' '''11''', no ano seguinte a diferença avança mais '''11''' e a '''Epacta''' será '''22''', e no ano seguinte (terceiro) a diferença avança mais '''11''' e a '''Epacta''' será então '''3''', porque sempre que a soma com o valor anterior ultrapassa '''30'''<ref>O valor inteiro máximo de uma [[Lunação]].</ref> subtrai-se '''30''' ao valor encontrado. Dada a diferença de valores entre o "ano lunar" e o "[[ano trópico|ano solar]]" podemos agora reparar que ao fim de 3 "anos solares" de 12 meses temos 36 "meses solares" e 37 "meses lunares", quando queremos manter um valor aproximado entre as lunações e as estações ao ano, num [[calendário lunissolar]].
Os calendários litúrgicos cristãos, desde a [[Idade Média]], usavam preferencialmente o [[Número áureo nos calendários|Número áureo]] para indicar a data de [[Lua Nova]] em cada dia de cada mês e assim, sabendo esse valor e conhecendo a [[Letra dominical]] do mesmo ano, se podia calcular a data da [[Páscoa]] e conhecer a data de todas as festas móveis dela dependentes, cálculo era simplificado com a apresentação de uma tabela com esses mesmos elementos.<ref><sub>Cf. {{Citar livro |autor= Abraão Zacuto |autorlink=Abraão Zacuto |título=Alamach perpetuum |subtítulo=Reprodução em fac-símile (...) |idioma=latim|edição=1ª |local=Lisboa |editora=Imprensa Nacional - Casa da Moeda |ano=1986 |páginas=409-411 |coleção=Descoberta do Mundo |acessodata=13 de agosto de 2014 }}</sub>
</ref>
 
A solução mais antiga e ainda hoje em uso para manter suficientemente essa relação entre as lunações e as estações ao ano, num [[calendário lunissolar]] é a do [[Ciclo metónico|Ciclo que Méton apresentou]] com '''19''' anos solares de 12 meses (= '''228''' "meses solares") equivalente a '''235''' lunações ou "meses lunares" (ou seja com mais '''7''' "meses lunares" intercalados numa determinada sequência).
Na reforma introduzida pelo [[Calendário gregoriano]], através da [[Bula]] [[Inter gravissimas]], ([[1582]]), baseada numa solução apresentada por [[Luigi Giglio]] que organizou um novo quadro das sequências das [[Epacta]]s, estas foram privilegiadas em relação aos [[Número áureo nos calendários|Números áureos]] para conseguir uma maior aproximação e mais duradoura para o cômputo da [[Páscoa]].<ref> Cf. ''Compendium novæ rationis (...) e ''Canon 2 - Acerca das epactas e luas novas'' in {{citar livro|autor=Cristóvão Clávio |título=Calendarii a Gregoriaio XIII P.M. restitvti explicatio |idioma=latim |edição=1ª |local=Romæ |editora=Apud Aloysium Zannetum |ano=MDCIII |páginas=19a 24 |acessodata=13 de agosto de 2014}} in https://play.google.com/books/reader?printsec=frontcover&output=reader&id=x1lDAAAAcAAJ&pg=GBS.PA19 </ref> No entanto, também foram apresentadas tabelas com as equivalências ao longo dos séculos entre os valores da [[Epacta]] e dos [[Número áureo nos calendários|Números áureos]] de cada ano<ref>{{citar web |url=http://www.nuestrocalendario.info |título=Nuestro Calendario. Una explicación científica, simple y completa del calendario lunisolar eclesiástico |acessodata=6 de agosto de 2014 |autor=Wenceslao Segura González |formato=pdf |páginas=57-58|língua=espanhol }}</ref>.
 
Os dias acrescentados para manter o acerto entre o "ano lunar" e o "[[ano trópico|ano solar]]" também se designam ''Embolismo''<ref>http://www.portal.ecclesia.pt/ecclesiaout/liturgia/liturgia_site/dicionario/dici_ver.asp?cod_dici=138</ref>, assim como os meses acrescentados se designam ''Meses embolísticos'' e o ano em que tal operação ocorre se desina [[Ano embolístico]] ou '''ano embolísmico'''.
 
Quando se diz, por exemplo, que a '''Epacta''' do ano de '''2014''' é '''29''' -, esse número indica a idade da Lua no último dia do ano anterior<ref>Ou, o que é equivalente, a idade da Lua no primeiro dia do ano menos 1.</ref>, ou seja, que no dia [[31 de dezembro]] de [[2013]] a idade da Lua era '''29''', número que indica o total de dias passados desde o dia da [[Lua Nova]] do mês de [[dezembro]] - em dezembro de 2013 a Lua nova ocorreu a 3 de dezembro<ref>{{citar web |url=http://oal.ul.pt/documentos/faselua2013.pdf |título=Fases da Lua em 2013 |acessodata=6 de agosto de 2014 |autor=OAL - Observatório Astronómico de Lisboa |formato=pdf |língua=português }}</ref>. Assim a primeira [[Lua Nova]] desse ano ocorre no primeiro dia do ano, a [[1 de janeiro]], mês que tem duas [[Lua nova|Luas novas]], no dia 1 e no dia 31, não há nenhuma no mês de fevereiro e a terceira [[Lua nova]] desse mesmo ano é a [[1 de março]].
 
Os calendários litúrgicos cristãos, desdeDesde a [[Idade Média]], os calendários litúrgicos cristãos usavam preferencialmente o [[Número áureo nos calendários|Número áureo]] para indicar ao datadia deda [[Lua Nova]] em cada diamês, denão cadase mêsreferindo ehabitualmente assim,à sabendo'''Epacta'''. esseConhecer valoro e[[Número conhecendoáureo nos calendários|Número áureo]] e a [[Letra dominical]] dode mesmoum qualquer ano, seera podiasuficiente para calcular a data da [[Páscoa]] e conhecerencontrar a data de todas as festas móveis dela dependentes, cálculo esse que era simplificado muitas vezes com a apresentação de uma tabela com esses mesmos elementos.<ref><sub>Cf. {{Citar livro |autor= Abraão Zacuto |autorlink=Abraão Zacuto |título=Alamach perpetuum |subtítulo=Reprodução em fac-símile (...) |idioma=latim|edição=1ª |local=Lisboa |editora=Imprensa Nacional - Casa da Moeda |ano=1986 |páginas=409-411 |coleção=Descoberta do Mundo |acessodata=13 de agosto de 2014 }}</sub></ref>. Até ao ano de 1582, o ano da reforma do [[Calendário gregoriano]], a relação entre a '''Epacta''' e o [[Número áureo nos calendários|Número áureo]] era simples, imediata e constante - conhecendo a '''Epacta''' sabia-se o [[Número áureo nos calendários|Número áureo]] e vice-versa.
<!--
* Tabela das Epactas correspondentes aos Números Áureos antes da correcção do [[Calendário gregoriano]] em [[1582]]
{| border=1 width="60%"
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Número áureo nos calendários|Número áureo]] || <center>1 || <center>2 || <center>3 || <center>4 || <center>5 || <center>6 || <center>7 || <center>8 || <center>9 || <center>10 || <center>11 || <center>12 || <center>13 || <center>14 || <center>15 || <center>16 || <center>17 || <center>18 || <center>19
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Epacta]] || <center>XI || <center>XXII || <center>III || <center>XIV || <center>XXV || <center>VI || <center>XXVII || <center>XXVII || <center>IX || <center>XX || <center>I || <center>XII || <center>XXIII || <center>IIII || <center>XV || <center>XXVI|| <center>VII|| <center>XVIII|| <center>XXIX
|-
|}
-->
 
Na reforma introduzida pelo [[Calendário gregoriano]], através da [[Bula]] [[Inter gravissimas]], ([[1582]]), baseada numa solução apresentada por [[Luigi Giglio]] que organizou um novo quadro das sequências das '''30''' [[Epacta]]s possíveis, estas foram privilegiadas em relação aos [[Número áureo nos calendários|Números áureos]], paracom conseguiro objectivo de assim obter simultaneamente uma maior aproximação aos dados astronómicos dos movimentos da [[Lua]] e uma solução mais duradoura para o cômputo da [[Páscoa]].<ref> Cf. ''Compendium novæ rationis (...) e ''Canon 2 - Acerca das epactas e luas novas'' in {{citar livro|autor=Cristóvão Clávio |título=Calendarii a Gregoriaio XIII P.M. restitvti explicatio |idioma=latim |edição=1ª |local=Romæ |editora=Apud Aloysium Zannetum |ano=MDCIII |páginas=19a 24 |acessodata=13 de agosto de 2014}} in https://play.google.com/books/reader?printsec=frontcover&output=reader&id=x1lDAAAAcAAJ&pg=GBS.PA19 </ref>. No entanto, tambémesta foramopção apresentadastinha tabelascomo comconsequência asnatural equivalênciasque aoa longo dos séculosrelação entre os valores daas [[Epacta]]s e dosos [[Número áureo nos calendários|Números áureos]] se altera algumas vezes ao longo dos séculos de cadaacordo anocom uma tabela também então apresentada<ref>{{citar web |url=http://www.nuestrocalendario.info |título=Nuestro Calendario. Una explicación científica, simple y completa del calendario lunisolar eclesiástico |acessodata=6 de agosto de 2014 |autor=Wenceslao Segura González |formato=pdf |páginas=57-58|língua=espanhol }}</ref>.
 
<!--
* Tabela das Epactas correspondentes aos Números Áureos com o [[Calendário gregoriano]] válida desde 4 de outubro de [[1582]] até ao ano [[1700]] exclusive:
{| border=1 width="60%"
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Número áureo nos calendários|Número áureo]] || <center>1 || <center>2 || <center>3 || <center>4 || <center>5 || <center>6 || <center>7 || <center>8 || <center>9 || <center>10 || <center>11 || <center>12 || <center>13 || <center>14 || <center>15 || <center>16 || <center>17 || <center>18 || <center>19
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Epacta]] || <center>I || <center>XII || <center>XXIII || <center>IV || <center>XV || <center>XXVI || <center>VII || <center>XVIII || <center>XXIX || <center>X || <center>XXI || <center>II || <center>XIII || <center>XXIIII || <center>V || <center>XVI|| <center>XXVII|| <center>VIII|| <center>XIX
|-
|}
 
* Tabela das Epactas correspondentes aos Números Áureos com o [[Calendário gregoriano]] válida desde o ano [[1700]] até ao ano [[1900]] exclusive:
{| border=1 width="60%"
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Número áureo nos calendários|Número áureo]] || <center>1 || <center>2 || <center>3 || <center>4 || <center>5 || <center>6 || <center>7 || <center>8 || <center>9 || <center>10 || <center>11 || <center>12 || <center>13 || <center>14 || <center>15 || <center>16 || <center>17 || <center>18 || <center>19
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Epacta]] || <center>I || <center>XII || <center>XXIII || <center>IV || <center>XV || <center>XXVI || <center>VII || <center>XVIII || <center>XXIX || <center>X || <center>XXI || <center>II || <center>XIII || <center>XXIIII || <center>V || <center>XVI|| <center>XXVII|| <center>VIII|| <center>XIX
|-
|}
 
* Tabela das Epactas correspondentes aos Números Áureos com o [[Calendário gregoriano]] válida desde o ano [[1900]] até ao ano [[2200]] exclusive:
{| border=1 width="60%"
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Número áureo nos calendários|Número áureo]] || <center>1 || <center>2 || <center>3 || <center>4 || <center>5 || <center>6 || <center>7 || <center>8 || <center>9 || <center>10 || <center>11 || <center>12 || <center>13 || <center>14 || <center>15 || <center>16 || <center>17 || <center>18 || <center>19
|-
| bgcolor="F5F5DC"|<center>[[Epacta]] || <center>I || <center>XII || <center>XXIII || <center>IV || <center>XV || <center>XXVI || <center>VII || <center>XVIII || <center>XXIX || <center>X || <center>XXI || <center>II || <center>XIII || <center>XXIIII || <center>V || <center>XVI|| <center>XXVII|| <center>VIII|| <center>XIX
|-
|}
-->
 
{{Ver também}}
8 575

edições