Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "É..."

78 bytes adicionados ,  06h57min de 29 de novembro de 2006
m
ajustes + cat
m (É.. movido para É...: Erro de digitação)
m (ajustes + cat)
'''É...''', é peça teatral, em três atos, de [[Millôr Fernandes]], que estreou em [[1977]] e no mesmo ano foi lançada em livro, pela [[L&PM Editores]]. Tem como subtítulo: ''Baseado num fato verídico que apenas ainda não aconteceu''.
 
 
 
== Sinopse ==
 
Mário, 50 anos, e Vera Toledo, 45 anos, formam um casal de meia idade abertos a idéias de vanguarda, porém de vida e ação estáveis e até conservadores. Numa expressão que em 1977 não era usada, formavam um casal politicamente correto.
 
 
Ludmila e Mário, depois de alguma relutância, iniciam uma relação, com a concordância dos respectivos parceiros, apenas porque Ludmila pensa que Mário é o pai ideal para o filho que deseja ter. A partir daí, os personagens abandonam suas idéias avançadas e se deixam dominar, até o trágico final, pelos sentimentos rasos que diziam abominar.
 
 
== Crítica ==
A [[crítica]] teatral da época se referiu a ''É...'' como uma peça de costumes e uma [[comédia]] de bulevar. Em resposta, Millôr Fernandes disse que seu trabalho era um discurso sobre a falência das ideologias e a inutilidade das teorias.
 
Os diálogos e a ação só reforçam o clima angustiante que Millôr, a partir de determinado momento de sua vida, passa em todos os seus trabalhos, inclusive no [[humor]] e nas [[artes plásticas]]: a ausência de leis e o caráter ocasional da vida e, portanto, da história.
A crítica teatral da época se referiu a ''É...'' como uma peça de costumes e uma comédia de bulevar. Em resposta, Millôr Fernandes disse que seu trabalho era um discurso sobre a falência das ideologias e a inutilidade das teorias.
 
Os diálogos e a ação só reforçam o clima angustiante que Millôr, a partir de determinado momento de sua vida, passa em todos os seus trabalhos, inclusive no humor e nas artes plásticas: a ausência de leis e o caráter ocasional da vida e, portanto, da história.
 
 
== Montagem ==
''É...''estreou em [[15 de março]] de [[1977]], no Teatro Maison de France do [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], Comcom direção de [[Paulo José]],. tinhaTinha no elenco [[Fernanda Montenegro]] (Vera Toledo), [[Helena Pader]] (Sara), [[Fernando Torres]] (Mário Toledo), [[Jonas Bloch]] (Oto) e [[Renata Sorrah]] (Ludmila).
 
== {{Ligações externas }}==
''É...''estreou em [[15 de março]] de [[1977]], no Teatro Maison de France do Rio de Janeiro, Com direção de [[Paulo José]], tinha no elenco [[Fernanda Montenegro]] (Vera Toledo), Helena Pader (Sara), [[Fernando Torres]] (Mário Toledo), [[Jonas Bloch]] (Oto) e [[Renata Sorrah]] (Ludmila).
 
 
== Ligações externas ==
 
[http://www2.uol.com.br/millor/teatro/download.htm#liberdade]Exclusivamente para assinantes do UOL, o texto completo de ''É...'' e outras peças de Millôr Fernandes
 
 
[[Categoria:Teatro do Brasil|E|É...]]
[[Categoria:Peças de teatro]]
286 011

edições