Saltar para o conteúdo

Wikipédia:Páginas para eliminar/Lista dos Aspirantes a Oficial primeiros classificados das turmas da AMAN: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
::Se discute a verificabilidade sim. A falta de interesse enciclopédico passa também pela falta de [[WP:FI#Políticas e recomendações que requisitam fontes independentes|fontes credíveis independentes]], violando automaticamente a política de verificabilidade, além de conflito de interesse, entre outras. Uma lista da AMAN tendo como fonte Anuário da AMAN, sem que fontes independentes tenham noticiado tal fato (o de ser primeiro classificado das turmas da AMAN) demonstra falta de relevância desta lista. [[Usuário(a):Bolhones|Bolhones]] ([[Usuário(a) Discussão:Bolhones|discussão]]) 16h47min de 17 de janeiro de 2015 (UTC)
:::Claro! Desculpe, minha escrita ficou incompleta. A verificabilidade é essencial, mas é uma segunda instância nesta discussão, ou seja, se a decisão for que "não há interesse enciclopédico", não é necessário procurar fontes.<br>[[Usuário(a):PauloMSimoes|PauloMSimoes]] ([[Usuário(a) Discussão:PauloMSimoes|discussão]]) 17h03min de 17 de janeiro de 2015 (UTC)
 
::{{Comentário}}: Gostei muito de algumas observações feitas pelo {{ping|Sampayu}}. Como estou há muito anos no [[Exército Brasileiro]], pode ser que involuntariamente eu incorra em [[WP:COI|conflito de interesse]] ao editar as páginas. Recentemente, fiz um trabalho que me alegrou muito, ao melhorar e colocar imagens nas biografias de todos os [[Lista de ministros do Exército do Brasil|Ministros do Exército]] do período republicano.
 
Voltando à discussão original, embora eu seja [[Wikipédia:Inclusionismo|inclusionista]], não creio que todo ser humano deva ter uma página na Wikipedia. E nem que pela [[Reductio ad absurdum|lógica do absurdo]] se devesse {{citação|justificar a inclusão de qualquer conteúdo, inclusive a lista de todos os <u>segundos colocados da AMAN</u>, de todos os <u>terceiros colocados da AMAN</u>, e assim sucessivamente até a lista de todos os <u>últimos colocados da AMAN</u>. E ainda há as outras combinações: lista de todos os ex-alunos <u>melhor classificados no 1º semestre do curso</u>, a lista dos <u>ex-alunos que durante o curso foram agraciados com alguma medalha de mérito</u>, entre outras bizarrices|Sampayu}}.
 
No entanto, nas [[Forças Armadas do Brasil]], a [[Meritocracia]] é um conceito muito importante. Assim sendo, listas como essa ou a dos primeiros colocados da [[Escola Naval]], da [[Academia da Força Aérea]], do [[Instituto Militar de Engenharia]] ou do [[Instituto Tecnológico de Aeronáutica]] seriam bem vistas no meio militar. Acredito que a cultura [[Anglo-saxões|anglo saxônica]] lida melhor com critérios de mérito do que nós brasileiros.
 
Tenho observado que há muito poucos artigos sobre militares e Forças Armadas na Wikipedia, isso quando não ocorre um ranço de preconceito, talvez motivado pela história recente de nosso país. Seria realmente muito bom se outras pessoas, como bem disse o {{ping|Sampayu}} trabalhassem em páginas como as que eu edito. Embora eu tenha grande conhecimento sobre o Exército, sei perfeitamente que não posso me arrogar o direito de ser fonte fiável e que preciso justificar todas as informações que aqui insiro.
 
Quanto ao interesse por uma página como essa, permito-me mais uma vez discordar dos ilustres debatedores. Não acredito que apenas os listados e seus familiares se interessariam pelo artigo. Ele provavelmente teria um interesse bem mais amplo, pois há cerca de 300.000 militares ativos no Brasil, além de uns outros 100.000 na reserva remunerada. Considerando suas famílias, teríamos um público de mais de um milhão de brasileiros ligados a esse meio e que poderiam ler artigos como esse.
 
Para finalizar, volto a repetir que essa discussão tem sido enriquecedora, particularmente pelo alto nível de argumentação e pelo respeito mostrado entre os Wikipedistas. [[Usuário(a):Carlosvicini|Carlosvicini]] ([[Usuário(a) Discussão:Carlosvicini|discussão]]) 05h59min de 18 de janeiro de 2015 (UTC)
 
 
==== Conclusão do consenso ====
1 049

edições