Diferenças entre edições de "Onda longa"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1 225 bytes removidos ,  10h59min de 16 de março de 2015
Revertida edição que inseriu conteúdo sem citar as fontes.
(Revertida edição que inseriu conteúdo sem citar as fontes.)
 
Considerando que as baixas frequências são de [[propagação]] terrestre somente, a precisão dos sinais emitidos não é afetada através de diversos caminhos entre o transmissor, a [[ionosfera]], e o receptor.
 
A maior distância de recepção ja comprovada , inclusive em video , na faixa de ondas longas foi de 9.434 KM quando no dia 06 de março de 2015 o Dexista [[Brasileiro]] Daniel Wyllyans realizou esse feito ja mais visto desde o inicio da radiodifusão recebeu o sinal em [[Nova Xavantina |Nova Xavantina Mato Grosso]] da Radio Europe 1 , em 183 khz que tem o transmissor localizado em [[Felsberg]] , na [[Alemanha]] , dias anteriores o Dexista havia recepcionado a Radio Medi 1 de Nador no Marrocos em 171 khz a 7604 KM e a Radio France Inter em 163 khz a 8.758 KM de Distancia . todas recepções foram comprovadas por videos , e inclusive confirmadas por vários [[Radioamadores]] e Dexistas [[Europeus]] como o F5NLX Jean Marie Monplot e Senderjaeger Mathias ambos da [[França]] e [[Alemanha]]. no Brasil o fato foi bem recebido e esclarecido por vários Dexistas como Jorge Freitas , Fábio Sousa e George Cunha .
 
Depois disso abriu-se novas conclusões e novos estudos de como realmente funciona as propagações da faixa de ondas longas LF .
 
No dia 14 de março de 2015 o Dexista voltou com outra escuta desta vez da RTE 1 localizada na [[Irlanda]] a 8.655 KM de distancia de [[Nova Xavantina]]
 
As antenas utilizadas em baixas frequências (LF), normalmente são verticais alimentadas no extremo inferior e isoladas do solo, também são utilizadas antenas de mastro, antenas T, antenas L, e antenas longas paralelas ao solo, chamadas Long-Wire.

Menu de navegação