Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Theia"

21 bytes removidos ,  01h09min de 11 de setembro de 2015
m (Foram revertidas as edições de 186.235.120.6 para a última revisão de Salebot, de 20h39min de 26 de julho de 2013 (UTC))
Durante algum tempo o planeta descreveu uma órbita cíclica em [[ferradura]], saindo de L4, mas logo puxado para trás pela [[força de Coriolis]]. A cada novo ciclo, Theia ganhava mais [[velocidade]] e alcançava uma distância maior de L4.
 
Finalmente, já depois de ter desenvolvido estratificação interna, Theia adquiriu massa e dimensão semelhante a [[Marte (planeta)|Marte]], suficiente para escapar de L4 e entrou numa órbita caótica. A colisão com a Terra tornou-se inevitável, visto que ambos os planetas ocupavam a mesma órbita. Quando Theia chocou com a Terra a uma velocidade de 4055 mil [[quilômetro por hora|quilómetros por hora]], o impacto foi suficiente para vaporizar o planeta. Parte substancial do seu núcleo ferroso afundou na Terra e integrou o núcleo terrestre. O restante material foi projectado para o espaço. A acreção dos destroços deu origem à Lua.
 
==Animações==
==Referências==
[http://www.dailygalaxy.com/my_weblog/2007/07/the-theia-hypot.html The Daily Galaxy]
[httphttps://www.portaldoastronomohabbo.org/tema_17_1com.phpbr/ Portal do Astrónomo]
 
[[Categoria:Sistema solar]]
Utilizador anónimo