Diferenças entre edições de "Brainstorming"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
5 bytes adicionados ,  11h21min de 3 de novembro de 2015
→‎Princípios: gramática e concordância
("Storming" não significa "tempestade" (storm) aqui. O verbo "to storm" significa "assaltar, atacar".)
(→‎Princípios: gramática e concordância)
Por vezes, não conseguimos pensar num problema enquanto não houver algumas respostas. ''Brainstorming'' dá-nos a [[hipótese]] de pôr as ideias que passam pela [[cabeça]] no papel, de maneira a conseguir obter as melhores delas.<br />
 
Usualmente, as linhas de [[guia]] que se seguem são chamadas de ''regras''. Devem ser seguidas como regras, embora sejam apenas linhas de guia ou de direcçãodireção.<br />
 
=== Regras ===
As quatro principais regras do ''brainstorming'' são:<br />
 
* '''Críticas são rejeitadas''': Esta é provavelmente a regra mais importante. A não ser que a avaliação seja evitada, o princípio do julgamento não pode operar. A falha do grupo ao cumprir esta regra é a [[razão]] mais crítica para que a sessão de ''brainstorming'' não resultede resultados. Esta regra é aquela que primariamente diferencia um ''brainstorming'' clássico dos métodos de conferência tradicionais.
* '''Criatividade é bem-vinda''': Esta regra é utilizada para encorajar os participantes a sugerir qualquer ideia que lhe venha à mente, sem [[preconceito]]s e sem medo que isso o vá avaliar imediatamente. As ideias mais desejáveis são aquelas que inicialmente parecem ser sem domínio e muito longe do que poderá ser uma [[solução]]. É necessário deixar as inibições para trás enquanto se geram ideias. Quando se segue esta regra, cria-se automaticamente um clima de ''brainstorming'' apropriado. Isso aumenta também o número de ideias geradas.
* '''Quantidade é necessária''': Quanto mais ideias forem geradas, mais hipóteses há de encontrar uma boa ideia. Quantidade gera qualidade.
Utilizador anónimo

Menu de navegação