Diferenças entre edições de "Batman: The Killing Joke"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1 400 bytes removidos ,  11h03min de 8 de fevereiro de 2016
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de Avan~ptwiki (copy/paste/VDA de http://www.universohq.com/noticias/batman-matou-o-coringa-para-grant-morrison-sim/), com Reversão e avisos.
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de Avan~ptwiki (copy/paste/VDA de http://www.universohq.com/noticias/batman-matou-o-coringa-para-grant-morrison-sim/), com Reversão e avisos.)
 
Tudo começa quando o Batman, analisando a espiral de violência que permeava o contato de ambos, ao longo dos anos, e prevendo que isso poderia levar um ou ambos á morte, vai ao Asilo Arkham tentar dialogar com seu inimigo. Ao interrogá-lo, descobre que na verdade, o Coringa fugiu mais uma vez do sanatório! Fora da prisão, o Coringa arquiteta um plano para mostrar a todos o que a loucura, por mais simples que seja, pode fazer com um homem! Primeiro ele atira na filha do Comissário Gordon, Barbara Gordon, também conhecida como Batgirl e posteriormente como Oráculo, deixando-a paralítica. Isso não é muito claro, mas parece que o Coringa acaba estuprando a filha do Comissário e ainda tira fotos disso e mostra para Gordon, tentando enlouquecê-lo! Em meio a tudo isso, é contada por meio de flashbacks, a história do Coringa: um comediante mal sucedido na beira do abismo da loucura, bastava um empurrãozinho para jogá-lo lá, bastava um dia ruim! Esse é o tema da história: Coringa queria provar que o homem mais são podia se tornar o mais louco, queria mostrar que bastava um pequeno incidente que qualquer um podia se tornar um maluco! Com tudo isso, o Coringa tenta enlouquecer Gordon, mas Batman entra em ação e o desfecho dessa história é sensacional, com uma piada que, bem, é melhor vocês lerem, mas posso dizer que a Piada é Mortal!
 
==Batman matou o Coringa? Para Grant Morrison, sim==
 
Na edição 44 do podcast "Fatman on Batman", comandado pelo roteirista Kevin Smith, [[Grant Morrison]] foi o convidado para falar sobre o Cavaleiro das Trevas. O assunto acabou enveredando para a história A Piada Mortal, escrita por Alan Moore e desenhada por Brian Bolland, lançada originalmente em 1988.
 
E Morrison deu a sua versão sobre o controverso final da trama em que o Palhaço do Crime torturou o Comissário Gordon e aleijou sua filha, Bárbara, a Batgirl.
 
“Ninguém entende o final. Na verdade, Batman mata o Coringa! Por isso a edição se chama A Piada Mortal. Após a piada do Coringa, o Batman quebra o pescoço dele. Em seguida, a risada termina e as luzes se apagam. É quando ele atravessa essa linha, é a piada definitiva”, analisa Morrison.
 
Ele continua. “Foi feito de uma maneira em que as pessoas não tivessem certeza, mas é brilhante. Batman segura o Coringa e quebra o seu pescoço, e então tudo acaba. As risadas param. É bastante óbvio. É a última piada, é o final inevitável entre os dois. Está tudo no título.”<ref>http://www.universohq.com/noticias/batman-matou-o-coringa-para-grant-morrison-sim/</ref>
 
A interpretação de Morrison no entanto, não teria sentido com os quarinhos seguintes da DC Comics, pois enquanto Bárbara Gordon permanece aleijada, o Coringa ainda continua vivo.
 
==Filme Animado==
No dia 11 de julho de 2015 no evento anual da [[Comic-Con]], foi anunciado que uma adaptação de ''A Piada Mortal'' seria produzida e que teria base de estreia em 2016. O elenco ainda não foi confirmado, mas o dublador [[Mark Hamill]] mostrou interesse de voltar da aposentadoria para dublar o classico épico na voz de [[Coringa (DC Comics)|Coringa]].
140 009

edições

Menu de navegação