Diferenças entre edições de "Evolução territorial do Brasil"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
19 bytes adicionados ,  23h05min de 15 de abril de 2016
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 191.254.104.163 para a última revisão de Caçador de Palavras, de 05h57min de 30 de março de 2016 (UTC))
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
* consagrava o princípio do direito privado romano do "''[[uti possidetis]], ita possideatis''" ("quem possui de fato, deve possuir de direito"), delineando os contornos aproximados do Brasil atual.
 
Pelos seus termos, Portugal entregava a Colônia do Sacramento à Espanha (art. XIII), recebendo os territórios do Sul, pela linha de [Monte] Castilhos Grande, às nascentes do [[rio Ibicuí]], as [[Missões]], a margem direita do [[rio Guaporé]] e cedendo o território ocidental do [[rio Japurá]] ao [[rio Amazonas]] e a navegação do [[rio Içá]] ([[Rio Putumayo]]) (art. XIV); complementarmente, em caso de guerra entre as Coroas de Portugal e da Espanha, na [[Europa]], os seus vassalos na [[América do Sul]] permaneceriam em paz (art. XXI).
 
==== Do Tratado de Madrid à Independência ====
Utilizador anónimo

Menu de navegação