Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Psicodália"

2 bytes removidos ,  20h47min de 7 de maio de 2017
m
(Número de edições do festival)
}}</ref>
 
O ano de [[2003]] contou com a criação do '''Movimento Psicodália''', de seu manifesto, e a organização dos festivais por Klauss Pereira, Manuela Santana, Alexandre Osiecki e Julianna Henriques. A sede do evento foi transferido para o [[município]] de [[Lapa]] ([[Paraná|PR)]]), espaço que contava com área de camping, cachoeiras e estacionamento para 2.500 carros. Até [[2005]], as edições eram alternadas com festivais de inverno na cidade de [[Antonina]] ([[Paraná|PR)]]), que continha alojamento coberto para até 200 pessoas, portaria, banheiros, restaurante, lanchonete e bar aberto.
 
Entre [[2006]] e [[2009]], o '''Psicodália''' foi realizado anualmente em uma chácara de [[São Martinho]] ([[Santa Catarina|SC]]). O local oferecia toda a estrutura necessária para receber até 3.000 pessoas. Contava com pousada, restaurante colonial, cantina, lanchonete, bares, estacionamento, portaria 24 horas, área de shows coberta, três áreas de camping e banheiros. Nesse período a rádio Kombi foi criada para transmitir música e informações diariamente na área do festival, e o lixo gerado pelo evento era recolhido com a seleção de materiais reciclados.<ref name="psico09">{{citar web
1 176

edições