Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Biblioteca Virtual de Prensa Histórica"

29 bytes adicionados ,  22h29min de 4 de fevereiro de 2018
sem resumo de edição
 
{{Info/Organização
|nome = Biblioteca Virtual de PremsaPrensa Histórica
|imagem =
|imagem_tamanho =
|fundadores_nome =
}}
A '''Biblioteca Virtual de PremsaPrensa Histórica''', (em português '''Biblioteca Virtual de Imprensa Histórica'''), sigla (BVPH) é uma [[biblioteca digital]] resultado de um projeto cooperativo feito pelo Ministério de Educação, Cultura e Desportos da Espanha, as suas [[Comunidades autónomas da Espanha|Comunidades Autónomas]] e outras instituições da memória histórica.
 
Tem como objetivos conservar e fazer acessível a imprensa histórica do país, um material bibliográfico que se caracteriza para incluir exemplares únicos e de difícil acesso.
Abarca o período compreendido entre a metade do [[século XVIII]] e princípios do [[século XXI]], sendo o exemplar mais antigo do ano 1753 e o mais atual do ano 2013.
 
Utiliza as normas de formato [[XML]] MARC Schema, METS, METSRights, PRÊMIOS, [[Dublin Core|DCMI]] e ESTE e dispõe de um repositório [[OAI-PMH|OAI-PMH.]].
Inclui mais de seis milhões de páginas, sobre Imprensa Histórica editadas em [[Espanha|Espanha.]].
 
== O projecto ==
 
A BVPH constitui um dos principais projetos de [[Conversor analógico-digital|digitalização]] que atualmente se estão a desenvolver em Espanha e tem a nível internacional uma importância notável, tanto pelo seu volume como pelas suas funcionalidades.
 
O projecto foi iniciado no ano 2003, mas foi apresentado o 2009 por César Antonio Molina, naquele tempo Ministro de Cultura. É o resultado da colaboração da Direção geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, através da Sotsdireção Geral de Coordenação Bibliotecária, com as Comunidades Autónomas bem como de várias instituições de caracter científico ou cultural como associações culturais, [[Fundação (instituição)|fundações]], [[Universidade|universidadesuniversidade]]s e empresas jornalísticas.<ref>{{citar web | url=http://www.rtve.es/alacarta/videos/programa/ministerio-cultura-pone-marcha-biblioteca-virtual-prensa-historica/439677/ | título= El MinisterioMinistério de Cultura pone en marcha la Biblioteca Virtual de Prensa Histórica | publicado=www.rtve.es| acessodata=21 de março de 2014|língua=es}}</ref><ref>{{citar web | url=http://documania20.wordpress.com/2012/11/23/biblioteca-virtual-de-prensa-historicahistórica/ | título= Documanía 2.0 | publicado=documania20.wordpress.com |acessodata=27 de março de 2014}}</ref>
 
No ano 2009 adopta-se ALTO ([http://www.loc.gov/standards/alto/about.php The Analyzed Layout and Text Object]) como norma para complementar o esquema METS na gestão de metados. ALTO permite estruturar o texto por caracteres e vinculá-lo ao reconhecimento OCD ([[reconhecimento ótico de caracteres]]), permitindo desta pesquisa procura-la por palavras a texto completo.
 
Facilita a utilização de vários gestores de referências bibliográficas, como [[:ca:ZOTERO|ZOTERO]], facilitando muito a tarefa dos pesquisadores. Acrescenta também um novo visor de imagens de grande medida, coisa que facilita muito as consultas.
 
No ano 2013, contava com 2 178 cabeceiras correspondentes além de seis milhões de páginas digitalizadas (das quais 5,2 milhões se podem consultar a texto completo), transferidas por 81 bibliotecas.<ref>{{citar web | url=http://noticias.lainformacion.com/economia-negocios-y-finanzas/periodicos-y-revistas/la-biblioteca-virtual-de-prensa-historica-muestra-6-1-millones-de-paginas_kwVN3EaAFWlkvXGxviSg73/ | título= La biblioteca virtual de prensa histórica muestra 6,1 millones de páginas | publicado=noticias.lainformacion.com |data=21-10- de outubro de 2013|acessodata=21 de março de 2014}}</ref> A maior parte de fundo, são colecções únicas de interesse para pesquisadores e público em geral. A sua temática é variada e abarca o período compreendido entre metade do século XVIII e princípios do século XXI.
 
O [[banco de dados]] da BVPH, estão representadas as 17 Comunidades Autónomas (Andaluzia, Aragão, Astúrias, Canárias, Cantábria, Castilha e Leão, Castilha-a Mancha, Catalunha, Comunidade de Madrid, Comunidade Valenciana, Estremadura, Galiza, Ilhas Baleares, A Rioja, Navarra, País Basco e Região de Múrcia) além das 2 Cidades Autónomas (Ceuta e Melilla), reunindo um total 57 províncias e 180 localidades.
 
== Digitalização dos materiais ==
 
A [[preservação digital]] dos materiais bibliográficos da imprensa histórica espanhola é fundamental porque o apoio no qual se conservam está em perigo de desaparecimento.
 
 
=== Imprensa clandestina ===
 
Formada por umas 90 000 páginas do arquivo hemerográfico do [[Partido Comunista de Espanha]] que foi digitalizada pela Direcção general do Livro, Arquivos e Bibliotecas do Ministério de Educação, Cultura e Desporto, através de um convénio com a Fundação de Buscas Marxistas.
 
Esta colecção é necessária para conhecer as actividades políticas dos grupos clandestinos que se opuseram ao [[franquismo]] e, muito especialmente, os do [[Partido comunista|Partido Comunista]] e as organizações que giravam ao seu redor. Contando com 244 cabeceiras publicadas em Espanha, Argélia, Colômbia, França, Itália, Marrocos, México, Rússia, Venezuela, Uruguai, etc., correspondentes ao período compreendido entre 1932 e 1976.
 
Com a sua digitalização, assegura-se a [[Divulgação científica|divulgação]] destes fundos através da web e preservam-se os seus conteúdos, que pelo fato de estar produzidos com métodos artesanais na clandestinidade se encontram em adiantado estado de degradação.<ref>{{citar web | url=http://prensahistorica.mcu.es/clandestina/es/micrositios/inicio.cmd | título= Prensa clandestina | publicado=prensahistorica.mcu.es |acessodata=21 de março de 2014}}</ref>
 
==== Revistas culturais ====
 
É o resultado do convénios de colaboração entre ARCE e o Ministério de Educação, Cultura e Desporto.<ref>{{citar web | url=http://www.arce.es/ | título= Asociación de Revistas Culturales de España | publicado=www.arce.es |acessodata=23 de março de 2014}}</ref> Contém as revistas ADE teatro, A balsa da medusa, CLIJ: Cuadernos de Literatura Infantil y Juvenil, Cuadernos de Alzate, Leviatán, Litoral, Ritmo, Cuadernos de Pensamiento Político, Veintiuno, O Ecologista, Gaia, Arte Y Parte, Ópera Actual y Utopías: Nuestra Bandeira, às quais ir-se-ão acrescentando outros títulos. Inclui as descrições bibliográficas dos artigos das revistas para facilitar ao cidadão a procura dos artigos pelo nome do autor, o título ou a matéria. Assim mesmo, é possível procura-lo no texto completo das publicações.<ref>{{citar web | url=http://prensahistorica.mcu.es/arce/es/micrositios/inicioinício.cmd | título= Revistas culturales | publicado=prensahistorica.mcu.es |acessodata=21 de março de 2014}}</ref>
 
== Estatísticas ==
 
{| class="wikitable"
! ESTATÍSTICAS GERAIS
| 2.419
|}
 
{| class="wikitable"
! DATAS LIMITES DOS EXEMPLARES DIGITALIZADAS
| 2013
|}
 
{| class="wikitable"
! ESTATÍSTICAS POR COMUNIDADE DA BIBLIOTECA
| 570.436
|}
 
Dados extraídos da web {{citar web | url=http://prensahistorica.mcu.es/es/consulta/estadistica.cmd | título= BVPH | publicado=prensahistorica.mcu.es }}
 
== Motor de busca ==
 
A BVPH conta com um potente [[motor de busca]] que permite fazer procura simples e procura adiantada por campos (título, biblioteca, comunidade autónoma, província, localidade, idioma), por data e por palavras ou frases. Ademais conta com uma listagem de cabeceiras e um mapa interactivo por comunidades autónomas, províncias e localidades.
 
== Ver também ==
 
* [[Biblioteca digital]]
* [[Imprensa escrita]]
 
== Ligações externas ==
 
* [http://prensahistorica.mcu.es Biblioteca Virtual de Imprensa Histórica]
* [http://hispana.mcu.es HISPANA]
* [http://www.youtube.com/watch?v=vclMpQFyoI8 BVPH] Vídeo
* [http://bvpb.mcu.es/es/estaticos/contenido.cmd?pagina=estaticos/presentacion Biblioteca Virtual de Patrimonio Histórico]
 
{{Tradução/ref|ca|Biblioteca Virtual de Premsa Històrica|oldid=19405389}}
 
{{Controle de autoridade}}