Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Género"

521 bytes adicionados ,  00h13min de 10 de fevereiro de 2018
Desfeita a edição 51239044 de 2804:18:40:FEC6:559D:C24B:9517:7949
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Desfeita a edição 51239044 de 2804:18:40:FEC6:559D:C24B:9517:7949)
Etiqueta: Desfazer
{{mais fontes|data=junho de 2017}}
{{ver desambiguação|Género|Género}}
{{PEPB|Género|gênero}} é uma gama de características pertencentes e diferenciadas entre a [[masculinidade]] e a [[feminilidade]]. Dependendo do contexto, essas características podem incluir o sexo biológico como o estado de ser do sexo masculino, do sexo feminino ou uma variação hermafrodita que pode complicar a atribuição do sexo, as estruturas sociais baseadas no sexo, incluindo o papel social de gênero e outros papéis sociais, e a [[identidade de gênero]].<ref name="udry">{{citar periódico|data=novembro de 1994|título=The Nature of Gender|url=http://people.virginia.edu/~ser6f/udry.pdf|periódico=Demography|volume=31|número=4|páginas=561–573|doi=10.2307/2061790|jstor=2061790|pmid=7890091|primeiro1 =J. Richard|último1 =Udry}}</ref><ref name="haig">{{citar periódico|data=abril de 2004 |título=The Inexorable Rise of Gender and the Decline of Sex: Social Change in Academic Titles, 1945–2001 |url=http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/publications_files/04inexorablerise.pdf |periódico=Archives of Sexual Behavior |volume=33 |número=2 |páginas=87–96 |doi=10.1023/B:ASEB.0000014323.56281.0d |pmid=15146141 |primeiro1 =David |último1 =Haig |autorlink1=David Haig (biologist) |urlmorta= sim|arquivourl=https://web.archive.org/web/20120615160110/http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/Publications_files/04InexorableRise.pdf |arquivodata=15 de junho de 2012 |df= }}</ref><ref name="www.who.int">{{citar web|título=What do we mean by "sex" and "gender"? |publicado=[[World Health Organization]] |acessodata=26 de novembro de 2015 |url=http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/ |arquivourl=https://web.archive.org/web/20170130022356/http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/ |arquivodata=30 de janeiro de 2017 |urlmorta= sim|df= }}</ref> Algumas culturas têm papéis de gênero específicos que podem ser considerados distintos da categoria "homens" e "mulheres", como a [[hijra]] na [[Índia]] e [[Paquistão]].
 
O sexólogo [[John Money]] introduziu a distinção terminológica entre [[Diferença entre sexo e gênero|sexo biológico e gênero como um papel social]] em 1955. Antes de seu trabalho, era incomum usar a palavra "gênero" para se referir a qualquer coisa, exceto para se referir a [[gênero gramatical|categorias gramaticais]].<ref name="udry">{{citar periódico|data=novembro de 1994|título=The Nature of Gender|url=http://people.virginia.edu/~ser6f/udry.pdf|periódico=Demography|volume=31|páginas=561–573|doi=10.2307/2061790|jstor=2061790|pmid=7890091|número=4|primeiro1=J. Richard|último1=Udry}}</ref><ref name="haig">{{citar periódico|data=abril de 2004|título=The Inexorable Rise of Gender and the Decline of Sex: Social Change in Academic Titles, 1945–2001|url=http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/publications_files/04inexorablerise.pdf|urlmorta=sim|periódico=Archives of Sexual Behavior|volume=33|páginas=87–96|doi=10.1023/B:ASEB.0000014323.56281.0d|pmid=15146141|arquivourl=https://web.archive.org/web/20120615160110/http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/Publications_files/04InexorableRise.pdf|arquivodata=15 de junho de 2012|número=2|primeiro1=David|último1=Haig|autorlink1=David Haig (biologist)|df=}}</ref> No entanto, o significado da palavra dado por Money não se generalizou até a década de 1970, quando as [[teoria feminista|teorias feministas]] abraçaram o conceito da distinção entre o sexo biológico e a construção social de gênero. Hoje, a distinção é rigorosamente seguida em alguns contextos, principalmente nas ciências sociais<ref name="socialsciencedictionary">{{citar web| url=http://www.socialsciencedictionary.com/GENDER|título=GENDER |publicado=Social Science Dictionary |acessodata=20 de março de 2015}}</ref><ref name="pearsonhighered">{{citar livro|título=Gender Roles: A Sociological Perspective|autor =Lindsey, Linda L.|isbn=0-13-244830-0|ano=2010|publicado=Pearson|capítulo=Ch. 1. The Sociology of gender|url=http://www.pearsonhighered.com/assets/hip/us/hip_us_pearsonhighered/samplechapter/0132448300.pdf|urlmorta= sim|arquivourl=https://web.archive.org/web/20150405145514/http://www.pearsonhighered.com/assets/hip/us/hip_us_pearsonhighered/samplechapter/0132448300.pdf|arquivodata=5 de abril de 2015|df=dmy-all}}</ref> e em documentos escritos pela [[Organização Mundial de Saúde]] (OMS).<ref name="www.who.int">{{citar web|url=http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/|título=What do we mean by "sex" and "gender"?|acessodata=26 de novembro de 2015|publicado=[[World Health Organization]]|arquivourl=https://web.archive.org/web/20170130022356/http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/|arquivodata=30 de janeiro de 2017|urlmorta=sim|df=}}</ref>
Gênero é uma doença formalizada na cabeça de pessoas com problemas psicológicos. Um ser humano com tal atitude, precisa ser internado urgentemente, pois se trata de uma doença psicossomática de desvio de conduta.
 
O sexólogo [[John Money]] introduziu a distinção terminológica entre [[Diferença entre sexo e gênero|sexo biológico e gênero como um papel social]] em 1955. Antes de seu trabalho, era incomum usar a palavra "gênero" para se referir a qualquer coisa, exceto para se referir a [[gênero gramatical|categorias gramaticais]].<ref name="udry">{{citar periódico|data=novembro de 1994|título=The Nature of Gender|url=http://people.virginia.edu/~ser6f/udry.pdf|periódico=Demography|volume=31|páginas=561–573|doi=10.2307/2061790|jstor=2061790|pmid=7890091|número=4|primeiro1=J. Richard|último1=Udry}}</ref><ref name="haig">{{citar periódico|data=abril de 2004|título=The Inexorable Rise of Gender and the Decline of Sex: Social Change in Academic Titles, 1945–2001|url=http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/publications_files/04inexorablerise.pdf|urlmorta=sim|periódico=Archives of Sexual Behavior|volume=33|páginas=87–96|doi=10.1023/B:ASEB.0000014323.56281.0d|pmid=15146141|arquivourl=https://web.archive.org/web/20120615160110/http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/Publications_files/04InexorableRise.pdf|arquivodata=15 de junho de 2012|número=2|primeiro1=David|último1=Haig|autorlink1=David Haig (biologist)|df=}}</ref> No entanto, o significado da palavra dado por Money não se generalizou até a década de 1970, quando as [[teoria feminista|teorias feministas]] abraçaram o conceito da distinção entre o sexo biológico e a construção social de gênero. Hoje, a distinção é rigorosamente seguida em alguns contextos, principalmente nas ciências sociais<ref name="socialsciencedictionary">{{citar web| url=http://www.socialsciencedictionary.com/GENDER|título=GENDER |publicado=Social Science Dictionary |acessodata=20 de março de 2015}}</ref><ref name="pearsonhighered">{{citar livro|título=Gender Roles: A Sociological Perspective|autor =Lindsey, Linda L.|isbn=0-13-244830-0|ano=2010|publicado=Pearson|capítulo=Ch. 1. The Sociology of gender|url=http://www.pearsonhighered.com/assets/hip/us/hip_us_pearsonhighered/samplechapter/0132448300.pdf|urlmorta= sim|arquivourl=https://web.archive.org/web/20150405145514/http://www.pearsonhighered.com/assets/hip/us/hip_us_pearsonhighered/samplechapter/0132448300.pdf|arquivodata=5 de abril de 2015|df=dmy-all}}</ref> e em documentos escritos pela [[Organização Mundial de Saúde]] (OMS).<ref name="www.who.int">{{citar web|url=http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/|título=What do we mean by "sex" and "gender"?|acessodata=26 de novembro de 2015|publicado=[[World Health Organization]]|arquivourl=https://web.archive.org/web/20170130022356/http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/|arquivodata=30 de janeiro de 2017|urlmorta=sim|df=}}</ref>
 
Em outros contextos, incluindo algumas áreas das ciências sociais, ''gênero'' inclui ''sexo'' ou o substitui.<ref name="udry" /><ref name="haig" /> Por exemplo, em pesquisas com animais, ''gênero'' é geralmente utilizado para se referir ao sexo biológico dos animais.<ref name="haig" /> Essa mudança no significado de gênero pode ser atribuída na década de 1980. Em 1997, a [[Food and Drug Administration]] (FDA) começou a usar ''gênero'' em vez de ''sexo''.<ref>{{citar web | url=http://www.fda.gov/downloads/RegulatoryInformation/Guidances/UCM126835.pdf | título=Guideline for the Study and Evaluation of Gender Differences in the Clinical Evaluation of Drugs }}</ref> Depois, em 2011, a FDA modificou sua posição e começou a usar ''sexo'' como classificação biológica e ''gênero'' como "auto representação de uma pessoa como homem ou mulher, ou como essa pessoa é respondida por instituições sociais com base na apresentação de gênero do indivíduo."<ref>{{citar web|url = http://www.fda.gov/medicaldevices/deviceregulationandguidance/guidancedocuments/ucm283453.htm|título= Draft Guidance for Industry and Food and Drug Administration Staff Evaluation of Sex Differences in Medical Device Clinical Studies|data=19 de dezembro de 2011|acessodata=3 de agosto de 2014|website = U.S. Food and Drug Administration}}</ref>
Utilizador anónimo