Saltar para o conteúdo

Seda: diferenças entre revisões

503 bytes adicionados ,  2 de julho de 2018
sem resumo de edição
m (v1.43b - Corrigido usando WP:PCW (Link igual ao texto do link))
A seda é utilizada para se produzir tecidos leves, brilhantes e macios. Os tecidos são usados em camisas, vestidos, blusas, gravatas, xales, luvas etc. A seda tem uma aparência cintilante, devido à estrutura triangular da fibra, parecida com um [[Prisma (óptica)|prisma]], que refrata a luz.
 
Em 3600 aC, a seda tem sua primeira aparição na China<ref>{{Citar livro|url=https://books.google.com/books?id=EylaCwAAQBAJ&pg=PA4&lpg=PA4&dq=3600+BCE+silk+in+China.&source=bl&ots=a4UWmbweKr&sig=uUTQdAZ4riko-SdVSAG5y8-hDI8&hl=en&sa=X&ved=0ahUKEwiWwceDy4HcAhWJuVkKHa5nBT8Q6AEIkQEwDQ#v=onepage&q=3600%20BCE%20silk%20in%20China.&f=false|título=Religions of the Silk Road: Premodern Patterns of Globalization|ultimo=Foltz|primeiro=R.|data=2010-06-20|editora=Springer|lingua=en|isbn=9780230109100}}</ref>. Acredita-se que os chineses começaram a produzir seda por volta do ano 2700 a.C.. Reza a lenda que a imperatriz Si Ling Chi descobriu a seda quando um casulo de bicho-da-seda caiu de uma [[Morus|amoreira]] dentro de sua xícara de chá. Depois de experimentar algumas vezes, ela, finalmente, conseguiu tecer o filamento da seda em um pedaço de tecido.
 
A seda era considerada a mais valiosa mercadoria da China e gerou a famosa [[rota da Seda]], a mais importante rota comercial da época. A manufatura da seda era um segredo de estado, muito bem guardado até o ano 300, quando se tornou conhecida na Índia. Ou seja: 3 .000 anos após sua descoberta pelos chineses.
 
== Obtenção ==