Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Lide (jornalismo)"

42 bytes adicionados ,  22h21min de 15 de outubro de 2018
m
Foram revertidas as edições de 2804:14D:32A2:869C:406D:78E7:F8E3:4268 para a última revisão de Pedro Jorge Nunes da Costa, de 00h53min de 9 de outubro de 2018 (UTC)
(Correção de erro)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 2804:14D:32A2:869C:406D:78E7:F8E3:4268 para a última revisão de Pedro Jorge Nunes da Costa, de 00h53min de 9 de outubro de 2018 (UTC))
Etiqueta: Reversão
O lide é um elemento fundamental para a funcionalidade do texto jornalístico, que expressa a função das linhas iniciais de uma matéria, no intuito de atrair e conduzir  o leitor aos demais parágrafos. 
 
De uma maneira geral, o lide deve responder a: [[5WH|o quê (a ação), quem (o agente), quando (o tempo) e, onde (o lugar)., como (o modo) e por que (o motivo)]] se deu o acontecimento central da história. No caso de não conseguir colocar todas as informações no início, o jornalista tem a opção de colocar o restante no sublead que representa o segundo parágrafo do assunto noticiado. 
 
O lide, portanto, deve informar qual é o fato jornalístico noticiado e as principais circunstâncias em que ele ocorre. Segundo [[Adelmo Genro Filho]], em ''“O Segredo da Pirâmide”'', o lide deve descrever a maior singularidade da notícia.