Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Copenhaga"

6 bytes adicionados ,  01h25min de 5 de julho de 2019
m
erros ortográficos.
m (Organização do código-fonte.)
m (erros ortográficos.)
Com a conclusão da transnacional [[Ponte de Oresund]] em [[2000]], Copenhague se tornou o centro da crescente integração da [[Região Transnacional de Oresund]]. Dentro desta região, Copenhague e a cidade [[Suécia|sueca]] de [[Malmö]] estão em processo de [[conurbação]] em uma [[área metropolitana]] comum. Com cerca de 2,7 milhões de habitantes num raio de 50&nbsp;km, Copenhague é uma das áreas mais [[densidade populacional|densamente povoadas]] no [[norte da Europa]]. Copenhague é a cidade mais visitada dos [[países nórdicos]], com 1,3 milhão de [[Turismo|turistas]] internacionais em [[2007]].<ref>{{citar web | url=http://www.euromonitor.com/Top_150_City_Destinations_London_Leads_the_Way | título=Top 150 City Destinations: London Leads the Way | publicado=www.euromonitor.com }}</ref>
 
Já não há cálculos estatísticos para o total da [[população]] da [[Grande Copenhaga]]. A recém-criada Região da [[Hovedstaden]], não inclui os [[subúrbio]]s no sul da [[Greve Kommune]], [[Solrod]] e [[Kogen|Koge]]. Estatísticas da [[Dinamarca]] revelam valores distintos para a população da cidade de Copenhaga, e se você tomar os valores da Região da Hovedstaden - 1973&nbsp;km², 1&nbsp;603&nbsp;008 habitantes e 812 habitantes / km² - e colocá-las juntamente com dados de Greve Kommune, você obterá uma população de 1&nbsp;835&nbsp;467 em uma área de 2673&nbsp;km² ([[2008]]) de acordo com o órgão. Isto dá uma [[densidade populacional]] de 686 habitantes por km².
Os 18 municípios da área metropolitana da Grande Copenhaga, de acordo com as estatísticas, formam a maior área metropolitana do país.
 
[[Imagem:Amagerbro metro.jpg|thumb|170px|Metro de Copenhague]][[Imagem:Öresundsbron i solnedgång 2.jpg|thumb|170px|A [[Ponte do Øresund]]]][[Imagem:Teglværkshavnen housing by Tegnestuen Vandkunsten.jpg|thumb|170px|Casas modernas na marina de Copenhague]]
[[Imagem:Kbh Königliche Bibliothek 1.jpg|thumb|170px|A Biblioteca Real da Dinamarca]]
Copenhague é um importante centro regional de [[cultura]], [[negócio]]s, [[mídia]] e [[ciência]]. Em [[2008]], Copenhague ficou na 4ª posição pela revista, de propriedade do ''[[Financial Times]]'', ''[[fDi Magazine]]'' em sua lista de "Top 50 Cidades Europeias do Futuro", depois de [[Londres]], [[Paris]] e [[Berlim]].<ref>{{citar web|url=http://www.fdimagazine.com/cp/10/FDI_052-055_0208-2.pdf|título=Top 50 European City of the Future 2008/09|editora=FDi magazine|acessodata=2009-01-05|arquivourl=https://web.archive.org/web/20081217224128/http://fdimagazine.com/cp/10/FDI_052-055_0208-2.pdf|arquivodata=2008-12-17|urlmorta=yes}}</ref> No ''Índice de Centros Mundiais de Comércio'' de [[2008]], publicado pela [[MasterCard]], Copenhague foi classificada 14ª posição no mundo e na 1ª na [[Escandinávia]].<ref>{{citar web|url=http://www.mastercard.com/us/company/en/insights/pdfs/2008/MCWW_WCoC-Report_2008.pdf|título=Worldwide Centers of Commerce Index|editora=MasterCard|acessodata=2009-01-05}}</ref> No Índice de Cidades Globais de 2008, Copenhague foi classificada na 36ª posição no [[mundo]], 15ª na [[Europa]] e 2ª na [[Escandinávia]].<ref>{{citar web |url=http://www.foreignpolicy.com/story/cms.php?story_id=4509&page=1 |título=The 2008 Global Cities Index |acessodata=2 de agosto de 2009 |editora=[[Foreign Policy]] |data=novembro 2008}}</ref> [[Biologia|Ciências da vida]], [[tecnologias de informação]] e de [[navegação]] são importantes sectoressetores de [[pesquisa e desenvolvimento]] que desempenham um papel importante na economia da cidade.
 
Sua localização estratégica e excelente [[infraestrutura]], com o maior [[aeroporto]] da [[Escandinávia]],<ref name="waymarking1">{{citar web|url=http://www.waymarking.com/waymarks/WM3N4X|título=Copenhagen Airport|editora=waymarking.com|acessodata=2009-01-06}}</ref> situado a 14 minutos de [[trem]] do centro da cidade, tornou-a um pólo regional e um local popular para a sedes regionais de empresas,<ref>{{citar web|url=http://www.ambottawa.um.dk/en/servicemenu/News/Copenhagen+region+ranks+3rd+in+western+EuropeForAttractingHeadOffices.htm|título=Copenhagen Region Ranks 3rd in Western Europe for Attracting Head Offices|editora=Ministry of Foreign Affairs of Denmark|data=2009-01-06|acessodata=2009-07-24|arquivourl=https://web.archive.org/web/20080509015917/http://www.ambottawa.um.dk/en/servicemenu/News/Copenhagen+region+ranks+3rd+in+western+EuropeForAttractingHeadOffices.htm|arquivodata=2008-05-09|urlmorta=yes}}</ref> bem como anfitriã de convenções internacionais. Como resultado, Copenhague é classificada na 3ª posição na [[Europa Ocidental]] e na 1ª posição entre os [[países nórdicos]] para atrair sedes de empresas e órgãos internacionais.<ref>{{citar web | url=http://www.ambottawa.um.dk/en/servicemenu/News/Copenhagen+region+ranks+3rd+in+western+EuropeForAttractingHeadOffices.htm | título=Danish Trade Council - China | publicado=www.ambottawa.um.dk | acessodata=2009-12-13 | arquivourl=https://web.archive.org/web/20080509015917/http://www.ambottawa.um.dk/en/servicemenu/News/Copenhagen+region+ranks+3rd+in+western+EuropeForAttractingHeadOffices.htm | arquivodata=2008-05-09 | urlmorta=yes }}</ref>
==== Rodoviário ====
Copenhague dispõe de uma grande rede de rodovias e estradas públicas que conectam a capital dinamarquesa a diversas cidades locais, como a [[Ponte do Øresund|Ponte Öresund]] que faz ligação com a moderna [[Malmö]] na [[Suécia]].<ref>{{citar web|url=http://www.copcap.com/content/us/doing_business/facts/infrastructure_and_logistics/logistics|título=Logistics|editora=Copenhagen Capacity|acessodata=2009-01-05}}</ref> Essa destacada obra de engenharia é composta por três partes (ponte, ilha artificial e túnel submerso), cujos custos de construção (5,7 bilhões de dólares) foram divididos igualmente pelos dois países por ela interligados.<ref>{{citar web|url=http://www.geometriaanalitica.com.br/artigos/turning.html|titulo=Edifício Turning Torso e Ponte Öresund|data=19/07/2017|acessodata=21/07/2017|publicado=|ultimo=Venturi|primeiro=Jacir}}</ref> Porém, a quantidade de estradas está se tornando um critério obsoleto em relação ao tráfego crescente e aos congestionamentos contínuos na cidade. [[Imagem:Quay Bridge.jpg|thumb|left|170px|''Bryggebroende'', uma ponte exclusiva tanto para pedestres quanto para ciclistas em Copenhague, onde 37% da população montam em suas bicicletas todos os dias]]
Durante as horas de pico, cerca de 37% da população de CopenhagaCopenhague utilizam [[bicicleta]]s para evitar os congestionamentos cada vez mais frequentes na cidade, fazendo com que Copenhaga seja reconhecida como uma das cidades com maior número de ciclistas no mundo.<ref>{{citar web|url=http://www.virgin-vacations.com/site_vv/11-most-bike-friendly-cities.asp|título=11 most bicycle-friendly cities in the world|editora=Virgin vaccations|acessodata=2009-01-05|arquivourl=https://web.archive.org/web/20100101015142/http://virgin-vacations.com/site_vv/11-most-bike-friendly-cities.asp|arquivodata=2010-01-01|urlmorta=yes}}</ref> Essa porcentagem deve subir para 40% até [[2012]] e para 50% até [[2015]]. O governo de Copenhaga também investe bastante na construção e manutenção de vias de ciclismo.
 
Como resultado, foi criado o termo ''Copenhagenize'' para descrever a política de incentivos da governo dinamarquês à construção de vias de ciclismo. Em reconhecimento a essa política de Copenhaga, a cidade foi escolhida pela [[União Ciclística Internacional]] como a primeira ''Bike City''.
7

edições