Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Max Horkheimer"

37 bytes adicionados ,  13h49min de 14 de outubro de 2019
m
Foram revertidas as edições de 189.44.240.114 para a última revisão de Mass researcher, de 15h44min de 23 de setembro de 2019 (UTC)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 189.44.240.114 para a última revisão de Mass researcher, de 15h44min de 23 de setembro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
Em suma, a teoria crítica de Horkheimer pretende que os homens protestem contra a aceitação resignada da ordem total [[totalitária]]. A "razão polêmica" de Horkheimer, ao se opor à razão instrumental e subjetiva dos positivistas, não evidencia somente uma divergência de ordem teórica. Ao tentar superar a razão formal positivista, Horkheimer não visa suprimir a discórdia entre razão subjetiva e objetiva através de um processo puramente teórico. Essa dissociação somente desaparecerá quando as relações entre os seres humanos, e destes com a natureza, vierem a configurar-se de maneira diversa da que se instaura na dominação. A união das duas razões exige o trabalho da totalidade social, ou seja, a práxis histórica.
 
== Obras ==
 
 
 
 
 
*''Authority and the Family'' (1936)
*''Traditional and Critical Theory'' (1937)
*''Dialética do Esclarecimento'' (1947) - with [[Theodor Adorno]] {{ISBN|978-0-8264-0093-2}}
*''Eclipse da Razão'' (1947) (orig. 1941 "The End of Reason" Studies in Philosophy and Social Sciences Vol. IX) {{ISBN|978-1-4437-3041-9}}
*''Egoism and the Freedom Movement''