Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Lago de Bracciano"

525 bytes removidos ,  22h16min de 26 de agosto de 2020
sem resumo de edição
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
 
Sob o Papa Paulo V , a água foi trazida do Lago Bracciano para a região de Trastevere, em Roma, e (via Ponte Sisto) para o Rione de Regola.
Assentamento Neolítico La Marmotta
No La Marmotta, algumas centenas de metros fora da aldeia de Anguillara Sabazia, restos de uma Antiga aldeia, datável 5700 a.C foram encontrados, em trabalhos supervisionados por Maria Antonietta Fugazzola Delpino , diretora do Museu Nacional Pigorini da Pré-História e Etnografia em Roma , e presidente do Instituto Italiano de Pré-história e Proto-história.As estacas grossas de carvalho cravadas a mais de dois metros no subsolo sobreviveram, graças aos sedimentos anóxicos do fundo do lago; dendrocronologiadata o assentamento com muita precisão, pois as sequências locais de anéis de árvores já foram completamente estabelecidas. O posto mais antigo que Fugazzola Delpino descobriu em La Marmotta data de cerca de 5.690 a.C, mas ela acha que o trabalho em andamento ainda pode revelar que a aldeia nasceu cerca de um século antes. Ela tem mais certeza de quando ele morreu: cerca de uma década depois de 5230 a.C. "Desde o sexto milênio aC, à medida que o clima ficou mais úmido, o nível da água no lago Bracciano aumentou mais de 25 pés e, portanto, as ruínas da vila neolítica à beira do lago agora estão enterradas na lama a 400 metros da costa" (Delpino 2002 )
 
A evidência mais forte de que os Marmottans vieram de muito longe, provavelmente originalmente fazendo seu caminho Arrone para sua fonte no Lago Bracciano, é simplesmente que sua cultura era avançada. Na região ao redor do Lago Bracciano, de acordo com Fugazzola Delpino, não há sinal de ninguém além de caçadores-coletores antes da construção do assentamento em La Marmotta. Os construtores da aldeia tiveram à sua disposição, desde o início, todo o " pacote neolítico ": animais e plantas domesticados, potes de cerâmica, ferramentas de pedra polida, como se tivessem descarregado tudo aquilo dos seus barcos.
O lago deve sua origem à intensa atividade vulcânica e tectônica de 600.000 a 40.000 anos antes do presente, que criou muitos pequenos vulcões no território de ''Sabatino'' . A câmara magmática principal estava situada sob o atual lago de Bracciano. Seu colapso criou a área deprimida agora ocupada pelo lago, que não é um lago de cratera . Algumas pequenas crateras e caldeiras ainda são reconhecíveis ao redor do lago e nas imediações (Martignano, Baccano, Sacrofano).
 
Eles criavam ovelhas e cabras; trouxeram porcos e vacas também, e duas raças de cães,e plantaram uma grande variedade de safras - trigo e cevada - e coletaram outras na floresta."Eles tinham de tudo", diz Fugazzola,"comiam grãos, vegetais e também muitas frutas - maçãs,ameixas,framboesas, morangos" Especialmente no inverno,complementavam sua dieta com bolotas, que armazenavam em grandes potes de cerâmica. Eles cultivavam linho para fazer linho. Eles plantaram papoulas de ópio "Um de seus barcos foi recuperado. Uma equipe de arqueólogos tchecos construiu uma cópia do barco e navegou 500 milhas ao longo da costa do Mediterrâneo para testar sua navegabilidade.
Três cidades fazem fronteira com o lago, Bracciano , Anguillara Sabazia e Trevignano Romano .
 
O lago é uma importante atração turística situada perto de Roma. Por servir como reservatório de água potável para a cidade de Roma , está sob controle desde 1986 para evitar a poluição de suas águas. O uso de lanchas é estritamente proibido (com exceção de alguns pescadores profissionais e autoridades), e um sistema de esgoto centralizado foi construído para todas as cidades vizinhas a fim de evitar qualquer deterioração da qualidade da água. Isso faz de Bracciano um dos lagos mais limpos da Itália . A ausência de navegação motorizada (além dos barcos da polícia) favorece a vela, a canoagem e a natação.
 
Nos últimos anos, o lago e seus arredores foram protegidos pela criação de um parque regional, o ''Parco Regionale del complesso lacuale di Bracciano Martignano'' .
 
Sob o Papa Paulo V , a água foi trazida do Lago Bracciano para a região de Trastevere, em Roma, e (via Ponte Sisto) para o Rione de Regola.
 
O lago deve sua origem à intensa atividade vulcânica e tectônica de 600.000 a 40.000 anos antes do presente, que criou muitos pequenos vulcões no território de ''Sabatino'' . A câmara magmática principal estava situada sob o atual lago de Bracciano. Seu colapso criou a área deprimida agora ocupada pelo lago, que não é um lago de cratera . Algumas pequenas crateras e caldeiras ainda são reconhecíveis ao redor do lago e nas imediações (Martignano, Baccano, Sacrofano).
 
Três cidades fazem fronteira com o lago, Bracciano , Anguillara Sabazia e Trevignano Romano .
 
O lago é uma importante atração turística situada perto de Roma. Por servir como reservatório de água potável para a cidade de Roma , está sob controle desde 1986 para evitar a poluição de suas águas. O uso de lanchas é estritamente proibido (com exceção de alguns pescadores profissionais e autoridades), e um sistema de esgoto centralizado foi construído para todas as cidades vizinhas a fim de evitar qualquer deterioração da qualidade da água. Isso faz de Bracciano um dos lagos mais limpos da Itália . A ausência de navegação motorizada (além dos barcos da polícia) favorece a vela, a canoagem e a natação.
 
Nos últimos anos, o lago e seus arredores foram protegidos pela criação de um parque regional, o ''Parco Regionale del complesso lacuale di Bracciano Martignano'' .
 
Sob o Papa Paulo V , a água foi trazida do Lago Bracciano para a região de Trastevere, em Roma, e (via Ponte Sisto) para o Rione de Regola.
 
== Ver também ==