Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Juventude Operária Católica"

A JOC era parte da [[Ação Católica]] e elaborava uma concepção de [[fé]] bem mais voltada para a realidade social do que outras ações no interior da [[Igreja Católica]]. Seu propósito era o de ensinar o jovem trabalhador a viver uma vida completa e mais humana e a ser um corpo representativo que defendesse o direito dos operários. Desse modo o integrante da JOC deveria ser um apóstolo no próprio meio operário, construindo sua formação na e pela ação, fundamentada na metodologia do "Ver, Julgar e Agir".<ref name="pucsp">[http://www.pucsp.br/cedic/colecoes/colecoes_audiovisuais_sonoras/juventude_operaria.html JUVENTUDE OPERÁRIA CATÓLICA], acesso em 06 de março de 2016.</ref>
 
Durante a [[Segunda Guerra Mundial]], diversos integrantes da Juventude Operária CatólicaJOC na França se juntaram à [[Resistência Francesa]], como por exemplo: Émile Engel, [[Georges Montaron]], Gilbert Pradet, Henri Duteil, Jean Courtecuisse, Jean Van Lierde, Jules Duquesne, Louis Alvergnat, Louis Beugniez, Lucien Croci, Marcel Guénault, Paul Guilbert, Pierre Loquet, Raymond Borme, Rémy Montagne, René-Georges Laurin, Roger Derry e Rolande Birgy<ref>Lista elaborada a partir de consulta a artigos da wiki-fr, em 27 de maio de 2021.</ref>.
 
Dentre os integrantes da JOC que foram [[beatificação|beatificados]], pode-se citar: [[Marcel Callo]].
 
== Método Ver, Julgar e Agir ==