Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Miopia"

m
Foram revertidas as edições de Editor.864 para a última revisão de Vitor12345, de 12:19, junho 21, 2021 (UTC)
(Desfeita a edição 53210786 de Sávio Souza de Oliveira)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Desfazer Edição móvel avançada Revertida
m (Foram revertidas as edições de Editor.864 para a última revisão de Vitor12345, de 12:19, junho 21, 2021 (UTC))
Etiqueta: Reversão
 
<!-- Causa e diagnóstico -->
A [https://oticaskichese.com.br/blogs/novidades/miopia-e-hipermetropia-o-que-sao-e-o-que-causa miopia] é um tipo de [[Ametropia|erro refrativo]].<ref name=NIH2010/> Acredita-se que a causa subjacente seja uma combinação de fatores genéticos e/ou ambientais.<ref name=Fos2014/> Os fatores de risco incluem trabalho que envolva objetos próximos, maior permanência em recintos fechados e [[antecedentes familiares]].<ref name=Fos2014/><ref name=Pan2012/> A miopia está também associada a classes socio-económicas mais elevadas.<ref name=Fos2014>{{citar periódico|último1 =Foster|primeiro1 =PJ|último2 =Jiang|primeiro2 =Y|título=Epidemiology of myopia.|periódico=Eye (London, England)|data=fevereiro de 2014|volume=28|número=2|páginas=202–8|pmid=24406412|doi=10.1038/eye.2013.280|pmc=3930282}}</ref> O mecanismo subjacente envolve um comprimento excessivo do [[globo ocular]] ou, de forma menos comum, um [[cristalino]] demasiado potente.<ref name=NIH2010/><ref>{{citar livro|último1 =Ledford|primeiro1 =Al Lens, Sheila Coyne Nemeth, Janice K.|título=Ocular anatomy and physiology|data=2008|publicado=SLACK|local=Thorofare, NJ|isbn=9781556427923|página=158|edição=2nd |url=https://books.google.ca/books?id=Cphm_fxwvl8C&pg=PA158}}</ref> O diagnóstico é feito através de exame ocular.<ref name=NIH2010/>
 
<!-- Prevenção e tratamento -->
Existem alguns indícios de que a [https://oticaskichese.com.br/blogs/novidades/miopia-e-hipermetropia-o-que-sao-e-o-que-causa miopia] pode ser prevenida incentivando as crianças mais novas a passar mais tempo ao ar livre.<ref name=Ram2015>{{citar periódico|vauthors=Ramamurthy D, Lin Chua SY, Saw SM |título=A review of environmental risk factors for myopia during early life, childhood and adolescence |periódico=Clinical & Experimental Optometry |volume=98 |número=6 |páginas=497–506 |ano=2015 |pmid=26497977 |doi=10.1111/cxo.12346 |tipo=Review}}</ref><ref>{{citar periódico|último1 =French|primeiro1 =AN|último2 =Ashby|primeiro2 =RS|último3 =Morgan|primeiro3 =IG|último4 =Rose|primeiro4 =KA|título=Time outdoors and the prevention of myopia.|periódico=Experimental eye research|data=setembro de 2013|volume=114|páginas=58–68|pmid=23644222|doi=10.1016/j.exer.2013.04.018}}</ref> Isto pode estar relacionado com a exposição à [[Luz solar|luz natural]].<ref>{{citar periódico|último1 =Hobday|primeiro1 =R|título=Myopia and daylight in schools: a neglected aspect of public health?|periódico=Perspectives in public health|data=janeiro de 2016|volume=136|número=1|páginas=50–5|pmid=25800796|doi=10.1177/1757913915576679}}</ref> A miopia pode ser corrigida com o uso de [[óculos]], [[lentes de contacto]] ou [[cirurgia]]. Os óculos são o método mais simples e seguro de correção. Embora as lentes de contacto permitam ter um campo visual maior, estão associadas a um risco acrescido de [[infeções]]. A [[cirurgia refrativa]] altera de forma permanente o formato da córnea.<ref name=NIH2010/>
 
<!-- Epidemiologia -->
 
== Sinais e sintomas ==
Um dos sintomas que podemos considerar como um dos primeiros de um olho míope é a dificuldade da visão aoem longeplanos distantes do indivíduo, estando a visão aode perto salvaguardadaaté ao certo normal.
 
No entanto, é evidente que se uma pessoa é míope de muitas [[dioptria]]s (ou graus), para ver bem de perto, teria que aproximar-se muito, o que é um fator muito cansativo e incômodo.
 
OOs sintomasintomas que mais ésão relatadorelatados e que com frequência anuncia o aparecimento de miopia é a visão turva dos objetos distantes e a dificuldade de leitura em objetos que estão relativamente longe.
 
É frequente que nos primeiros estágios do problema, o indivíduo não se dê conta dado perdainicio dedo problema na visão, já que a miopia tem dificuldade de ser percebida quando está em dioptria (grau) baixa. Por este motivo, há que comprovar-se, junto da visão turva, existe o pestanejar constante, o forçar para ler de longe, dores de cabeça ou tensão ocular.
 
[[Imagem:A scene as it might be viewed by a person with myopia (nearsightedness) EDS06.JPG|thumb|280px|esquerda|Cena de duas crianças vistas através de um olho míope.]]
[[Imagem:Briller2.JPG|direita|thumb|Os [[óculos]] são o método mais comum de correção da miopia.]]O tratamento tem por objetivo restaurar a nitidez da visão binocular à distância. A abordagem de tratamento mais comum é a correção ótica com uso de [[óculos]] ou [[lentes de contacto]]. Os tratamentos destinados a atrasar a progressão da miopia são denominados "controlo da miopia".<ref>{{citar web|url = http://www.aoa.org/documents/optometrists/CPG-15.pdf|título= AOA Clinical Pratice Guidelines - Myopia|data= 2006|acessodata= 2015-02-17|website = American Optometric Association|publicado= }}</ref>{{rp|21–26}}
 
Vale ressaltar que a correção da miopia por meio de cirurgia é possível quando o portador possui mais de vinte anos e seu quadro está estabilizado. Cabe ao médico [https://oticaskichese.com.br/blogs/novidades/miopia-e-hipermetropia-o-que-sao-e-o-que-causa oftalmologista], após uma observação atenta dos resultados dos exames do portador dessa deficiência ocular, decidir qual o tratamento para miopia é o mais indicado. Ou seja, existem diferentes formas para corrigir a miopia, sendo necessário considerar as particularidades de cada caso.
 
A cirurgia refrativa pode ser usada para corrigir a miopia e consiste no remodelamento da curvatura da sua córnea. Seus métodos se consistem na Cirurgia LASIK, Cirurgia LASEK, Cirurgia PRK e no implante de lente intra-ocular. É importante notar que todas as cirurgias têm algum grau de risco e possíveis complicações desses procedimentos incluem infecção, cicatrizes na córnea, visão turva, perda de visão e aberrações visuais, como ver círculos ao redor das luzes à noite. Discuta os riscos potenciais com o médico.
=== Cirurgia refrativa ===
{{Artigo principal|Cirurgia refrativa}}
A cirurgia refrativa compreende os procedimentos cirúrgicos que têm por finalidade diminuir e, se possível, eliminar os erros de refração (miopia, [https://oticaskichese.com.br/blogs/novidades/miopia-e-hipermetropia-o-que-sao-e-o-que-causa hipermetropia] e astigmatismo). Há que se acrescentar a essa finalidade, corretiva, a de preservar a qualidade da visão.Atualmente, a principal modalidade de cirurgia refrativa é a corneana, por meio do excimer laser, seja na superfície (PRK) ou lamelar (LASIK). Observa-se a atual fase da cirurgia a laser personalizada, em que a correção baseia-se nas informações fornecidas pela aberrometria, adequando a aplicação do laser às características particulares do olho de cada paciente. Com isso, procura-se aprimorar a qualidade óptica do resultado da cirurgia. Outra importante modalidade de cirurgia refrativa merece destaque: os implantes refrativos intraoculares. De um lado, os implantes fácicos, que podem ser de fixação angular, de fixação iriana e de câmara posterior. De outro, os implantes afácicos, em que se realiza a extração do cristalino transparente, com finalidade refrativa. Os procedimentos intraoculares podem ser reversíveis e, se não modificarem a superfície da córnea, melhoram a qualidade da visão. No entanto, apresentam os riscos inerentes a um procedimento intraocular e, ainda, são passíveis de questionamentos éticos. A cirurgia refrativa, ainda que levando-se em consideração as importantes aquisições dos últimos anos, tem muitos desafios a superar. No entanto, a cirurgia refrativa não é recomendada a pacientes abaixo dos 20 anos de idade e de pacientes que não estejam com o grau estabilizado durante um período de 2 anos. Considerando-se a rapidez e a intensidade das inovações recentes na área, são esperados grandes desenvolvimentos para um futuro não muito distante.
 
==== PRK / LASEK ====
 
=== História ===
A diferença entre as pessoas míopes e hipermetropehipermetropes já foi notada por Aristóteles. A primeira pessoa que utilizou o termo miopia foi o médico greco-romano [[Galeno.]] Johannes Kepler em seu Clarification of Ophthalmic [[Dioptrics]] (1604) demonstrou pela primeira vez que a miopia era devida à luz incidente focalizada na frente da retina. Kepler, por sua vez, mostrou que a miopia pode ser corrigida por lentes côncavas. E em 1632, Vopiscus Fortunatus Plempius examinou o olho míope e confirmou que a miopia deriva também do alongamento do diâmetro ocular<ref name="Pan2012" />.
 
{{Referências}}
 
== Ver também ==
{{div col}}
* [[Astigmatismo]]
* [[Córnea]]
* [[Hipermetropia]]
* [[Lente de contato]]
* [[Presbiopia]] ou Vista Cansada
* [[AstigmatismoÓculos]]
* [[Optometria]]
* [[Oftalmologia]]
* [[Optometria]]
* [[Presbiopia]] ou Vista Cansada
{{div col end}}
 
== Ligações externas ==
 
{{Patologia do olho}}
{{Portal3|Medicina|Saúde}}
 
[[Categoria:Optometria]]