Saltar para o conteúdo

João de Gante: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  13h31min de 3 de agosto de 2021
m (manut. refs.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
| brasão = Coat of Arms of John of Gaunt, First Duke of Lancaster.svg
}}
'''João de Gante''' (''{{Lang-en|John of Gaunt}}''; [[Gante]], [[6 de março]] de [[1340]] - [[Leicester]], [[3 de fevereiro]] de [[1399]]), [[senescal]] de Inglaterra,<ref>[https://www.academia.edu/687234/Manuela_Santos_Silva_John_of_Gaunt_duque_de_Lancaster_rei_de_Castela_e_Le%C3%A3o_a_praxis_de_vida_de_um_cavaleiro_durante_a_Guerra_dos_Cem_Anos_in_Actas_das_VI_Jornadas_Luso-Espanholas_de_Historia_Medieval._A_Guerra_e_a_Sociedade_na_Idade_M%C3%A9dia_2009_pp.159-171 Tinha herdado tal ofício de seu sogro (aliás tal como os seus títulos nobiliárquicos). - "John of Gaunt, duque de Lancaster, rei de Castela e Leão: a "praxis" de vida de um cavaleiro durante a Guerra dos Cem Anos", por Manuela Santos Silva, in Actas das VI Jornadas Luso-Espanholas de Historia Medieval. A Guerra e a Sociedade na Idade Média, 2009, pp.162.]</ref> foi membro da [[Dinastia Plantageneta|Casa de Plantageneta]], o terceiro dos quatro filhos sobreviventes do rei [[Eduardo III de Inglaterra|Eduardo III da Inglaterra]] e de [[Filipa de Hainault]]. Ele foi chamado de "João de Gante" porque nasceu em Ghent[[Gante]], então traduzido em inglês como [[Gante]]Gaunt. Quando ele se tornou impopular mais tarde na vida, rumores e sátiras circularam de que ele era na verdade filho de um açougueiro de Ghent, talvez porque [[Eduardo III de Inglaterra|Eduardo III]] não estava presente no nascimento. Essa história sempre o levou à fúria. Como irmão mais novo de Eduardo, Príncipe de Gales ([[Eduardo, o Príncipe Negro]]), João exerceu grande influência sobre o trono inglês durante a minoridade do filho de [[Eduardo, o Príncipe Negro|Eduardo]], que se tornou o Rei [[Ricardo II de Inglaterra|Ricardo II]], e nos períodos de conflito político que se seguiram. Devido a algumas concessões de terras generosas, João foi um dos homens mais ricos de sua época. Ele fez uma tentativa frustrada de impor uma reivindicação à [[Coroa de Castela]] que veio por cortesia de sua segunda esposa [[Constança de Castela, duquesa de Lencastre|Constança]], que era uma herdeira do [[Reino de Castela|Reino Castelhano]], e por um tempo se autodenominou como tal.
 
Os herdeiros legítimos de João, os [[Dinastia de Lencastre|Lancastres]], incluem os reis [[Henrique IV de Inglaterra|Henrique IV]], [[Henrique V de Inglaterra|Henrique V]] e [[Henrique VI de Inglaterra|Henrique VI]]. Seus outros descendentes legítimos incluem suas filhas, a Rainha [[Filipa de Lencastre|Filipa de Portugal]] e [[Isabel de Lencastre|Isabel, a Duquesa de Exeter]] (por sua primeira esposa, [[Branca de Lencastre|Branca de Lancastre]]), e a Rainha [[Catarina de Castela, Duquesa de Vilhena|Catarina de Castela]] (por sua segunda esposa [[Constança de Castela, duquesa de Lencastre|Constança de Castela]]). João teve cinco filhos fora do casamento, um no início da vida com uma dama de companhia de sua mãe, e quatro com [[Catarina Swynford]], amante de Gante há muito tempo e terceira esposa. Os filhos de [[Catarina Swynford]], de sobrenome "[[Casa de Beaufort|Beaufort]]", foram legitimados por decretos reais e papais depois que João e [[Catarina Swynford|Catarina]] se casaram em [[1396]]. Os descendentes desse casamento incluem [[Joana Beaufort, Condessa de Westmorland|Joana Beaufort, condessa de Westmorland]], avó dos reis [[Eduardo IV de Inglaterra|Eduardo IV]] e [[Ricardo III de Inglaterra|Ricardo III]]; [[João Beaufort, 1.º Conde de Somerset|João Beaufort, primeiro conde de Somerset]], bisavô do rei [[Henrique VII de Inglaterra|Henrique VII]]; e [[Joana Beaufort|Joana Beaufort, Rainha dos Escoceses]], de quem descendem todos os soberanos subsequentes da [[Escócia]] a partir de [[1437]] e todos os soberanos da [[Inglaterra]], [[Grã-Bretanha]] e [[Reino Unido]] de [[1603]] até os dias atuais. As três casas de soberanos ingleses que sucederam ao governo de [[Ricardo II de Inglaterra|Ricardo II]] em [[1399]] - as casas de [[Dinastia de Lencastre|Lancastre]], [[Casa de Iorque|Iorque]] e [[Casa de Tudor|Tudor]] eram todas descendentes dos filhos de João, [[Henrique IV de Inglaterra|Henrique IV]], [[Joana Beaufort, Condessa de Westmorland|Joana Beaufort]] e [[João Beaufort, 1.º Conde de Somerset|João Beaufort]], respectivamente. Além disso, a filha de João, [[Catarina de Lencastre|Catarina de Lancastre]], era casada com o rei [[Henrique III de Castela]], o que o tornava avô do rei [[João II de Castela]] e ancestral de todos os monarcas subsequentes da [[Coroa de Castela]] e da Espanha unida. Por meio de sua filha [[Filipa de Lencastre|Filipa]], ele foi avô do rei [[Duarte I de Portugal|Duarte de Portugal]] e também ancestral de todos os monarcas portugueses subsequentes. Por intermédio da bisneta de [[João II de Castela]], [[Joana de Castela|Joana, a Louca]], João de Gaunt também é um ancestral dos governantes dos [[Casa de Habsburgo|Habsburgos]] que reinariam na [[Espanha]] e em grande parte da [[Europa Central|Europa central]]. O filho mais velho e herdeiro de João, [[Henrique IV de Inglaterra|Henrique Bolingbroke, duque de Hereford]], filho de sua primeira esposa, [[Branca de Lencastre|Branca de Lancastre]], foi exilado por dez anos pelo rei [[Ricardo II de Inglaterra|Ricardo II]] em [[1398]] como resolução para uma disputa entre Henrique e Thomas de Mowbray, duque de Norfolk. Quando João morreu em [[1399]], suas propriedades e títulos foram declarados perdidos para a coroa, visto que o rei [[Ricardo II de Inglaterra|Ricardo II]] nomeou Henrique como traidor e mudou sua sentença para o exílio vitalício. Henrique Bolingbroke voltou do [[exílio]] para reclamar sua herança e [[Deposição (política)|depor]] [[Ricardo II de Inglaterra|Ricardo]]. Bolingbroke então reinou como Rei [[Henrique IV de Inglaterra|Henrique IV da Inglaterra]] ([[1399]]-[[1413]]), o primeiro dos descendentes de João de Gante a ocupar o trono da [[Inglaterra]].
21

edições