Saltar para o conteúdo

Parque Portugal: diferenças entre revisões

270 bytes adicionados ,  11h55min de 1 de novembro de 2021
m
→‎História: remoção de vda
(nota)
Etiqueta: Inserção de predefinição obsoleta
m (→‎História: remoção de vda)
No ano de [[2007]] foi eleito pelo [[jornal]] [[Correio Popular]] e [[site|página de Internet]] Cosmo OnLine como umas das 7 maravilhas.<ref>[http://viracopos.com.br/campinas/7-maravilhas As 7 maravilhas de Campinas] Viracopos - Portal de Serviços, acesso em 15 de novembro de 2015.</ref>
 
Em [[2008]], a caravela afundou, devido à falta de manutenção e às chuvas torrenciais que atingiram-na neste ano.<ref>{{Citar De acordoweb |url=http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL355887-5605,00-CARAVELA+DE+CAMPINAS+PASSARA+POR+VISTORIA+NESTA+QUARTAFEIRA.html a prefeitura municipal|titulo=Caravela de Campinas, apassará réplicapor recebiavistoria emnesta tornoquarta-feira de|data=2008-03-18 2.000|acessodata=2021-11-01 visitas|website=[[G1]] por|lingua=pt-BR final de semana{{carece de fontes|dataarquivourl=junhohttps://archive.md/o9RRf de 2017|arquivodata=2021-11-01}}.</ref>
 
Em setembro de [[2014]], foi entregueconcluída a restauração da Caravela.caravela Oapós navio15 foi atracado fora d'água, encaixado em um dequemeses de madeiratrabalho. comA cercaréplica deda 60 metrosembarcação de extensãoPedro porÁlvares cincoCabral metrosnão deretornou larguraà onde foram instalados bancos e floreiras. Bonecoságua, confeccionadospermanecendo peloaberta artistapara Jésusvisitação Sêda,às representandomargens tripulantesda quelagoa compõemem esseum tipodeque de embarcação, estão espalhados pelo navio onde permanecerão definitivamentemadeira.<ref>{{Citar Todo o trabalho de restauro foi feito de forma artesanal,web |url=http://g1.globo.com a utilização /sp/campinas-regiao/noticia/2014/09/replica-da-caravela-de madeiras nobres como garapeira, ipê -cabral-e-reaberta-ao-publico-em-campinas.html cumaru, por carpinteiros|titulo=Réplica da Prefeituracaravela de CampinasCabral queé montaramreaberta aao Naupúblico peçaem aCampinas peça|data=2014-09-28 sob|acessodata=2021-11-01 a|website=[[G1]] coordenação|lingua=pt-BR de engenheiros e arquitetos.|wayb=20170512105558}}</ref> O custo da obra foi de R$ 960 mil [[reais]].<ref>http{{Citar web |url=https://wwwnovo.campinas.sp.gov.br/noticias-integra.php?id=noticia/24674 |titulo=Restaurada, caravela volta a integrar paisagem da Lagoa do Taquaral |data=2014-09-29 |acessodata=2021-11-01 |website=Prefeitura Municipal de Campinas |lingua=pt-BR |arquivourl=https://archive.md/gMOiB |arquivodata=2021-11-01}}</ref>
 
Em [[2016]], após atrasos, foi realizado o desassoreamento da [[Lagoa do Taquaral|Lagoa Isaura Teles Alves de Lima]]. O trabalho foi realizado em parceria com o Departamento de Águas e Energia (Daee). O Estado investiu R$ 1 milhão e a Prefeitura R$ 4 milhões para o transporte do material. O último desassoreamento total da Lagoa do Taquaral aconteceu em 1986.<ref>{{citar web|url=http://correio.rac.com.br/_conteudo/2016/05/campinas_e_rmc/431051-apos-atrasos-comeca-o-desassoreamento-da-lagoa.html |título=Após atrasos, começa o desassoreamento da Lagoa |autor=Moara Semeghini |data=31 de maio de 2016 |publicado=Correio Popular |acessodata=4 de janeiro de 2017}}</ref><ref>{{citar web|url=http://correio.rac.com.br/_conteudo/2016/12/campinas_e_rmc/462054-termina-a-limpeza-da-lagoa-do-taquaral.html |título=Termina a 'limpeza' da Lagoa do Taquaral |autor=Maria Teresa Costa |data=19 de dezembro de 2016 |publicado=Correio Popular |acessodata=4 de janeiro de 2017}}</ref>