Saltar para o conteúdo

Operador de som: diferenças entre revisões

Atualização de fonte, expansão do texto e formatação do artigo.
(Atualização de fonte, expansão do texto e formatação do artigo.)
 
{{cinema}}
 
O '''operador de som''' é queo manipulaprofissional (opera)responsável pela manipulação, ou seja, operação, de um equipamento de som,. o assistente de [[som]] é aquele que ajuda o operador de som e que segue as instruções do diretor de som.
Nos moldes da Classificação Brasileira de Ocupações - CBO/2002 autorizada pela Portaria Nº. 397 de 09/10/2002, do Ministério do Trabalho e Emprego, esta profissão está enquadrada ao código 3741.30, intitulada Técnico Em Mixagem de áudio. (Mixador / Técnico em Mixagem) – Descrição Sumária:“ operam e monitoram sistemas de sonorização e gravação; editam, misturam, pré-masterizam e restauram registros sonoros de discos, fitas, vídeo, filmes etc. O ''' Técnico de som''' cria projetos de sistemas de sonorização e gravação. Prepara, instala e desinstala equipamentos de áudio, acessórios e auxilia o '''operador de som''' quando necessário.”
 
Nos moldes da [[Classificação Brasileira de Ocupações]] - CBO/2002, autorizada pela Portaria nº. 397 de 09/10/2002, do Ministério do Trabalho e Emprego, esta profissão está enquadrada ao código 3741.30, intitulada de Técnico em Mixagem de áudio<ref name=":0">{{Citar web|url=http://www.mtecbo.gov.br/cbosite/pages/pesquisas/BuscaPorTituloA-Z.jsf|titulo=CBO -  Busca por Título de A - Z -  5.1.7|acessodata=2022-07-31|website=www.mtecbo.gov.br}}</ref>.
É o operador que sob a supervisão e auxílio do ''' técnico de som''' efetua o controle de som durante os ensaios e espectáculos. Para além dos conhecimentos técnicos requer uma sensibilidade teatral e perícia musical, podendo interpretar uma "partitura" (guião de som) de maior ou menor exigência, com tempos de resposta a "deixas", execução de movimentos dinâmicos de crescendo e diminuindo, fazendo a banda de som integrar-se no espectáculo, sendo discreta ou impositiva. Não basta o operador de som saber apenas a técnica, esta entra no domínio da arte, especialmente quando se trata de mixar/misturar dezenas de canais e buscar fazer com que cada instrumento seja audível dentro do “mix” (áudio gerado ao público).
 
Os Mixadores ou Técnicos em Mixagem são descritos como aqueles que "operam e monitoram sistemas de sonorização e gravação; tratam e compilam registros sonoros como editar registros, sincronizar e mixar músicas; criam projetos de sistemas de sonorização e gravação; instalam/desinstalam e testam funcionamento de equipamentos de áudio e acessórios; executam músicas e arquivos sonoros, selecionando e gerenciando repertório; pesquisam novas tecnologias de reprodução de áudio e tendências musicais."<ref name=":0" />
Esta digna profissão foi criada pela Lei nº. 6.533/78, posteriormente regulamentada pelo Decreto nº. 82.385/78. Previsto em ambos os diplomas, no art. 2º, II, “Técnico em Espetáculos de Diversões”, é o profissional que, mesmo em caráter auxiliar, participa, individualmente ou em grupo, de atividade profissional ligada diretamente à elaboração, registro, apresentação ou conservação de programas, espetáculos e produções.
 
É o operador que, sob a supervisão e auxílio do ''' técnico de som,''' efetua o controle de som durante os ensaios e espectáculosespetáculos. Para além dos conhecimentos técnicos, requer uma sensibilidade teatral e perícia musical, podendo interpretar uma "partitura" (guião de som) de maior ou menor exigência, com tempos de resposta a "deixas", execução de movimentos dinâmicos de crescendo e diminuindo, fazendo a banda de som integrar-se no espectáculoespetáculo, sendo discreta ou impositiva. Não basta o operador de som saber apenas a técnica, esta entra no domínio da arte, especialmente quando se trata de mixar/misturar dezenas de canais e buscar fazer com que cada instrumento seja audível dentro do “mix” (áudio gerado ao público).
 
Esta digna profissão foi criada pela Lei nº. 6.533/78, e posteriormente regulamentada pelo Decreto nº. 82.385/78. Previsto em ambos os diplomas, no art. 2º, II, “Técnico em Espetáculos de Diversões”, é o profissional que, mesmo em caráter auxiliar, participa, individualmente ou em grupo, de atividade profissional ligada diretamente à elaboração, registro, apresentação ou conservação de programas, espetáculos e produções.
 
==[[Teatro]]==
É o operador que sob a supervisão e auxílio do '''técnico de som''' efetua o controle de som durante os ensaios e espectáculosespetáculos.
 
Para além dos conhecimentos técnicos requer uma sensibilidade teatral e perícia musical, podendo interpretar uma "partitura" (guião de som) de maior ou menor exigência, com tempos de resposta a "deixas", execução de movimentos dinâmicos de ''crescendo'' e ''diminuindo'', fazendo a banda de som integrar-se no espectáculoespetáculo, sendo discreta ou impositiva
 
==[[Rádio]] e [[televisão]]==
ÉNo ambiente de rádio e televisão, o operador quede efectuasom é o controloresponsável pelo controle de som durante a emissãotransmissão.
 
==[[Cinema]]==
ÉNo âmbito do cinema e audiovisual, é o responsável pela [[captação]] e [[registro]] do [[som]] nas produções. Este profissional segue as indicações do [[diretor de som]] e é apoiado pelo [[assistente de som]].
 
Segue as indicações do [[diretor de som]] e é apoiado pelo [[assistente de som]].
 
==Ver também==
64

edições