Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Anquises"

Sem alteração do tamanho ,  02h30min de 27 de outubro de 2007
sem resumo de edição
 
Anchises era dono de seis extraordinários cavalos, que ele obteve cruzando suas éguas secretamente com os garanhões pertencentes ao Rei [[Laomedonte]] (presentes de [[Zeus]] ao seu pai Trós, após levar seu filho Ganimedes). Dois deles foram dados a seu filho [[Enéias]] para que os usasse durante a [[Guerra de Tróia]].
 
Um dos momentos mais importantes na biografia de Anchises foi quando encontrou Afrodite, deusa do amor, da sedução e da beleza. Ela se apaixonou por ele e, disfarçada de mortal, o conquistou. Juntos tiveram um filho, [[Enéias]]. Certa vez, após beber muito vinho, Anchises revelou aos seus amigos que era amante de uma deusa e isso deixou Zeus furioso, que o atingiu com um raio, deixando-o manco.
 
[[Image:BarocciAeneas.jpg|thumb|right|350px|''Eneas escapa de Tróia em Chamas'', [[Federico Barocci]], [[1598]].]]
 
Um dos momentos mais importantes na biografia de Anchises foi quando encontrou Afrodite, deusa do amor, da sedução e da beleza. Ela se apaixonou por ele e, disfarçada de mortal, o conquistou. Juntos tiveram um filho, [[Enéias]]. Certa vez, após beber muito vinho, Anchises revelou aos seus amigos que era amante de uma deusa e isso deixou Zeus furioso, que o atingiu com um raio, deixando-o manco.
 
[[Enéias]] era um dos principais guerreiros de [[Tróia]]. Após a queda da cidade, coube a ele liderar a fuga dos sobreviventes. Enquanto escapava da cidade em chamas, em um gesto de piedade, [[Enéias]] carregou seu pai nos ombros (Anchises, que já estava velho) enquanto guiava seu filho ([[Ascânio]]) com a outra mão. Alguns acreditam que este momento, onde três gerações foram salvas da destruição de [[Tróia]], foi obra da deusa [[Afrodite]], que os guiou através da destruição.
65

edições