Espectro do átomo de hidrogênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em Física, espectro do átomo de hidrogénio é o conjunto de comprimentos de onda presentes na luz que o átomo de hidrogénio é capaz de emitir quando pula de níveis de energia. O modelo mais simples de átomo de hidrogénio é representado pelo átomo de Bohr.[1][2]

Esse espectro de luz é composto de comprimentos de onda discretos, portanto seus valores são expressos pela Fórmula de Rydberg:[3]

Onde

é o comprimento de onda da luz emitida no vácuo,
é a constante de Rydberg para o hidrogénio,
and são inteiros tais que ;

Deixando igual a 1 e fazendo percorrer de 2 até o infinito, as linhas de espectro conhecidas como série de Lyman convergem em 91nm. Da mesma maneira:

Principais séries do espectro do átomo de hidrogénio
Nome Converge para
1 Série de Lyman 91nm
2 Série de Balmer 365nm
3 Série de Paschen 821nm
4 Série de Brackett 1459nm
5 Série de Pfund 2280nm
6 Série de Humphreys 3283nm

Interpretação[editar | editar código-fonte]

O hidrogénio é o primeiro elemento da tabela periódica, com o espectro de emissão mais simples de analisar. É formado de um próton e de um elétron. A energia do elétron no referencial baricêntrico pode tomar apenas alguns valores discretos, chamados níveis de energia (ver modelo de átomo de Bohr). Quando o elétron passa de um nível mais alto à um nível mais baixo, ele emite um fóton. Assim, a luz emitida pode tomar apenas alguns valores discretos. Isso é como chamamos o seu espectro.[1][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b OS ESPECTROS ATÔMICOS DE RAIAS
  2. Átomo de Hidrogênio por Niels Bohr
  3. Tipler, Paul A.; Llewellyn, Ralph A. (2006). Física Moderna 3 ed. (Rio de Janeiro: LTC). p. 515. ISBN 9788521612742. 
  4. Quantização de energia e o modelo de Bohr


Portal A Wikipédia possui o portal:
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.