Espicha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A espicha é o nome dado ao pau que preso ao mastro sobe em diagonal — entre 30 a 45 o — para segurar a vela trapezoidal de certas embarcações como a do Optimist. Com ele também se afina a parte de trás da vela, a “valuma” e determinar onde se quer colocar a zona de maior volume da vela, o saco (”barriga”) da vela.

Se se esticar muito a espicha a valuma vai ficar muito esticada e o saco da vela vai ficar muito próxima do mastro. Se ficar muito folgada, alem de fazer uma ruga entre o topo do mastro e a ponta da retranca, no punho de escota a valuma vai ficar muito solta.

Espicha é também o nome dado a uma peça fusiforme de madeira ou metal e que serve para trabalhar com cabos [1], mais precisamente para separar os seus cordões a fim de criar alças, cochins, etc.

Referências

  1. AN Cruzeiros Arquivado em 19 de julho de 2011, no Wayback Machine. - Novembro 2011
  • Velas PL Acessado em 12 de setembro de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.