Esquema elétrico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Esquema eletrônico de um amplificador simples.

Esquema elétrico ou diagrama elétrico é a representação gráfica de circuitos elétricos e eletrônicos[1].

A maioria dos circuitos reais não se resume apenas nos componentes do diagrama, pois há a necessidade de se dispor de um dispositivo para ligar e desligar o circuito, e isso é, conseguído pela adição de uma chave (contato elétrico) em série com o receptor.

Tipos de representações[editar | editar código-fonte]

Os esquemas elétricos podem ser feitos de acordo como o modelo unifilar, multifilar ou funcional, conforme seu objetivo.

Unifilar[editar | editar código-fonte]

Esquema unifilar é a representação simplificada de um circuito, no qual são exibidos linhas e símbolos específicos[1]. Estas linhas representam os condutores e sobre eles é indicado a quantidade destes condutores em forma de traços verticais ou oblíquos, que interligam os componentes de um determinado circuito.

Este esquema tem sua aplicação em projetos elétricos, pois dada a sua simplicidade, facilita a representação de uma instalação elétrica na planta baixa de um edifício.

Esquema multifilar[editar | editar código-fonte]

É o esquema que representa todo o circuito elétrico, isto é, os componentes, todos os condutores e ligações entre eles. Este é o esquema que descreve a forma como é ligado qualquer aparelho, de modo a facilitar a execução prática.

Esquema funcional[editar | editar código-fonte]

Esta representação também ilustra todo o circuito elétrico, porém, em relação ao esquema multifilar, permite uma interpretação clara da sequência e ligações entre os componentes do circuito.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Gussow, Milton (2011). Eletricidade Básica 2 ed. [S.l.]: Pearson Makron Books. p. 34. ISBN 978-85-346-0612-7 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]